Família

Pfizer pede aprovação da primeira vacina contra VSR para proteger recém-nascidos

A Pfizer enviou à Anvisa o pedido de aprovação de uso da vacina Abrysvo nesta segunda-feira - Reprodução/ Anvisa
Reprodução/ Anvisa

Publicado em 28/08/2023, às 13h12 - Atualizado em 29/09/2023, às 14h38 por Redação Pais&Filhos


A PfizerBrasil entrou com um pedido de aprovação da ‘Abrysvo’, primeira vacina materno-fetal contra o vírus da bronquiolite, o vírus sincicial respiratório (VSR). A solicitação foi feita para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na segunda-feira, 28 de agosto.

A Pfizer enviou à Anvisa o pedido de aprovação de uso da vacina Abrysvo nesta segunda-feira (Foto: Reprodução/ Anvisa)

O imunizante é destinado a gestantespara proteger contra infecções do trato respiratório inferior, que é causado pelo VSR em recém-nascidos e bebês de até 6 meses. Além disso, a ideia é que a vacina também proteja idosos a partir de 60 anos, faixa etária de risco para quadros respiratórios graves.

O VSR é um vírus da mesma família do sarampo, e também uma das principais causas da bronquiolite e pneumonia em crianças e idosos, sendo também a maior causa de internação de crianças até 4 anos no Brasil.

Eficácia e segurança da vacina

Nos Estados Unidos e na Europa a Abrysvo já está aprovada, e é nisso que se baseia o pedido de aprovação de registro. Estudos internacionais feitos com mais de sete mil grávidas, em 18 centros ao redor do mundo – sendo quatro deles no Brasil –, já mostraram que a vacina é eficaz e segura.

Ela é a primeira destinada à proteção de recém-nascidos e bebês de até 6 meses de idade contra o vírus sincicial respiratório (Foto: Freepik)

Para gestantes, a resposta imunológica foi de 82% de proteção em crianças de até três meses, e 69% para aquelas até os seis meses. Nos idosos, o imunizante protegeu até 85,7% para os casos graves da doença.

“Hoje demos um passo muito grande para avançar na proteção contra o VSR no Brasil. Essa inovação permitirá proteção segura e eficaz aos principais grupos de risco contra infecções causadas pelo vírus, em especial, os recém-nascidos, que por meio das mães receberão proteção importante contra esse agente nos primeiros meses de vida”, concluiu Adriana Ribeiro, diretora médica da Pfizer Brasil.

No Brasil, até o momento foram registrados 71.590 casos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), conforme dados do Ministério da Saúde. No primeiro trimestre deste ano, 30% dos 3,3 mil casos de doenças respiratórias registradas foram consequência do VSR, sendo que 95% dos casos atingiram bebês e crianças até 4 anos.


Leia também

Rodrigo Faro disse que quer ensinar humildade para as filhas - (Foto: Reprodução/ Instagram)

Família

Rodrigo Faro paga colégio com mensalidade de R$4 mil para filhas e justifica: “Ensinar humildade”

A bebê passou por uma onda de calor de 48,9° - (Foto: Reprodução/ Facebook)

Família

Bebê de 4 meses morre em passeio após passar por calor de quase 49°

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Irmã de Neymar tatua nome das filhas do jogador com Bruna Biancardi e Amanda Kimberlly

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Família

Pai de menina de 7 anos que morreu dormindo faz desabafo: "Pedimos força"

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Nasceram! Biah Rodrigues dá à luz os filhos gêmeos com Sorocaba

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Família

Mãe desaparecida por duas semanas é encontrada enterrada sob o piso da própria casa

Giselle Prattes também é atriz - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

'Sogra' de Sabrina Sato, mãe de Nicolas Prattes foi paquita e engravidou aos 18 anos

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Rafaella Justus usa roupa avaliada em quase R$ 30 mil em viagem com a família