Família

Pai desabafa sobre doença que fez filha esquecer tudo o que aprendeu: “Depressão total”

No princípio dos sintomas, a doença foi confundida com autismo - Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Publicado em 05/07/2023, às 10h52 - Atualizado às 11h12 por Mayara Neudl, Estagiária | Filha de Lidia e Rogerio


Luiz Chaves, empreendedor e ativista, é pai de Luisa, uma menina de 9 anos que, aos 3 foi diagnosticada com a Síndrome Rett, uma condição raríssima.

“Aos 2 anos, minha filha começou a desaprender. Foi difícil ver ela, que corria e me chamava de papai, ir aos poucos esquecendo todas essas coisas”, contou o pai em entrevista ao Metrópoles.

Antes de ser identificada a síndrome, os indícios foram confundidos com autismo, contudo com o agravamento das dificuldades, a família decidiu fazer um teste genético que apontou o diagnóstico final.

O neurologista Bruno Gonzales Miniello explicou ao Metrópoles que é comum que as duas doenças sejam confundidas, porém enquanto a Síndrome de Rett prejudica o desenvolvimento do crânio na primeira infância, e leva a perda de movimentos voluntário, o autismo não tem esse efeito.

Luisa, diagnosticada com Síndrome de Rett, e a mãe, Rachel, fundadora do Instituto CureRett
Aos 2 anos, Luisa começou a desaprender tudo o que sabia, como andar e perder movimentos (Foto: Reprodução/Instagram)

O pai de Luisa contou que após o diagnóstico, a família ficou bastante abalada com as pesquisas que fazia para entender a doença. “Era tudo muito fatalista nas pesquisas que fazíamos. Tudo isso foi entrando em nossa mente e não conseguíamos fazer outra coisa que não fosse chorar”, contou Luiz.

Segundo a família, demorou um tempo para que eles superassem a fase que chamaram de “depressão total”, que veio a partir de buscas na internet sobre a doença, com diagnósticos que pareciam condenar a criança à morte.

Para superar e lidar com o processo, ele e a esposa, mãe de Luisa, Rachel Chaves, decidiram contar aos amigos e familiares através de uma apresentação que explicava o que era a condição. Com isso, o Instituto CureRett nasceu.

Instituto CureRett, Síndrome de Rett
Os pais criaram a Organização Não Governamental para ajudar outras pessoas a lidarem com a síndrome (Foto: Reprodução/Site Instituto CureRett)

A Organização Não Fundamental visa a conscientização e a inclusão de doenças raras, arrecada fundos para pesquisá-las, promove palestras, seminários, eventos e a terapia com cavalos, que Luisa tanto adora — a equoterapia.

A síndrome, que não tem cura, é extremamente rara em meninos, e em meninas ela afeta uma em cada dez mil. A doença tem quatro estágios nos quais vai evoluindo. “Os sintomas mais comuns são os movimentos involuntários com as mãos, a perda do equilíbrio, as dificuldades na aprendizagem e um desenvolvimento de escoliose pelo enfraquecimento da musculatura abdominal”, explica o neurologista.

Luisa diagnosticada com Síndrome de Rett
A equoterapia faz parte do tratamento aplicado para a síndrome que não tem cura (Foto: Reprodução/Site do Instituto CureRett)

Veja também: De pecinha em pecinha

Olha só esse novo produto da linha TUDO da Ri Happy que chegou aqui na redação! Da coleção “Monumentos”, qualquer pessoa pode construir todo o sambódromo carioca Marquês de Sapucaí. Perfeito para brincar de arquiteto, engenheiro ou para ter aquela sensação de dever cumprido.


Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Família teve velório reservado em São Paulo - Arquivo pessoal

Família

Família mort4 pelo filho de 16 anos tem velório reservado em São Paulo

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Modelo apontada como mãe de filha de Neymar rebate notícia pela primeira vez - (Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez

Modelo que estaria grávida de Neymar quebra silêncio e fala pela primeira vez sobre boatos

Adolescente revela que não tinha problemas com a irmã - Reprodução/ Redes Sociais

Família

Adolescente diz à polícia que só m4tou a irmã para conseguir m4tar a mãe

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Família

Adolescente que m4tou a família não imaginava que seria pres0: "Ele tomou um susto"

Adolescente seguiu a sua rotina depois de mat4r os pais - Reprodução/ Rede Globo

Família

Adolescente que m4tou os pais disse que foi para academia e almoçou ao lado do corpo

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Filho de Monique Evans não comparece ao casamento da mãe; entenda o motivo