Família

Mãe recebe apoio após ser insultada por amamentar em loja nos EUA

Jessie Maher gravou um vídeo no momento que um homem a insultou

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

foto_mae (2)

Esta é a Jessie, em foto montagem antes e depois da gravidez (Foto: reprodução/Facebook Jessie Maher)

“Você é muito nojenta, muito nojenta, muito nojenta”. Essa foi apenas uma das ofensas ouvidas por uma mulher que estava amamentando seu bebê de um mês, na cidade de Torrington, Estados Unidos. Jessie Maher alimentava sua filha na cafeteria da popular loja Target quando um homem começou a agredi-la verbalmente. “Você não pode fazer isso em outro lugar? É nojento. Você é indecente”, disse ele, entre outros impropérios.

Embora nervosa com a situação, Jessie rebateu os xingamentos e decidiu fazer um vídeo para registrar a agressão. Postada em sua conta no Facebook na semana passada, a gravação já passou de 8 milhões de visualizações e quase 83 mil compartilhamentos. Em cerca de 170 comentários, Jessie recebeu apoio incondicional em relação ao seu ato. “Parte de mim está rindo do quão ridículo este homem é, e outra está devastada porque você jamais deveria ter que lidar com esse tipo de estresse”, comentou um dos usuários da rede.

De acordo com a mãe, vários clientes e trabalhadores da loja também rejeitaram o comportamento do homem e interviram na ocasião. Funcionários acabaram o retirando do local, e uma moça, que aparece no vídeo, manifestou sua defesa. “Ele não tem direito de fazer o que está fazendo, você tem um bebê em suas mãos.”

Anúncio

FECHAR

Depois da repercussão do vídeo nas redes sociais, Jessie agradeceu o carinho das pessoas.

“Mães têm me contado suas histórias e entendem o que eu passei. Quantas vezes tiveram que lidar com um bebê aos prantos de fome e correr para um banheiro, se esconder. Eu escolhi assumir minha condição de amamentadora quando minha filha está com fome. Optei por não me cobrir porque não tenho vergonha do que meus peitos representam nesta etapa.”

Jessie ressaltou que é preciso preparar novas mães que não se deixem abater. “Estamos criando uma nova geração. Vamos ser amáveis e gentis. Vamos ensinar às futuras mães que elas têm o direito de amamentar!”

Assista ao vídeo:

 

Leia também:
Vídeo: como as pessoas reagem à amamentação em público

Pub oferece uma xícara de chá grátis para mães que amamentam

Mais de um terço das mães já sofreram constrangimento ao amamentar em público

Pai causa polêmica ao ‘amamentar’

Amamentação em público é ‘coisa de pobre’, diz mulher em post viral