Família

Duas pessoas perdem a vida por febre maculosa em campinas 

Jerry Kirkhart/WikiMedia
Jerry Kirkhart/WikiMedia

Publicado em 04/08/2023, às 08h49 - Atualizado às 08h57 por Victoria Raissa, filha de Ângela e Clóvis


Na última quarta-feira, 02 de agosto, Campinas, no interior de São Paulo, confirmou dois faleciment0s em decorrência da febre maculosa. As vítimas são um jovem de apenas 18 anos e um homem de 46 anos, ambos perderam a vida nos últimos dias do mês de julho.

Os sintomas do jovem se manifestaram no dia 23 de julho, e faleceu no dia 28, dois  dias após ser internado. O homem cumpria serviço militar obrigatório na  Fazenda do Exército —28º Batalhão de Infantaria Mecanizada, onde provavelmente foi infectado.

Carrapato estrela, causador da febre maculosa
(Foto: Jerry Kirkhart/WikiMedia)

O outro homem, de 46 anos, apresentou os primeiros sintomas no dia 5 de julho e veio a óbit0 quatro dias depois, dia 9 de julho. O local da infecção dele ainda está sob investigações. Uma terceira pessoa, uma mulher de 49 anos, também chegou a ser infectada na mesma época, mas está curada.

Febre maculosa: veja sintomas e tratamento

O Instituto Adolfo Lutz confirmou nesta segunda-feira, 12 de junho, que a biomédica e dentista Mariana Giordano, de 36 anos, morreu por febre maculosa. Ela e o namorado, o piloto de automobilismo Douglas Costa, de 42 anos, morreram na quinta-feira, 8 de junho, após serem hospitalizados com um febre intensa e fortes dores de cabeça.

Nesta terça-feira, 13 de junho, foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Campinas que uma mulher de 28 anos, moradora de Hortolândia, cidade vizinha a Campinas, é a terceira morte suspeita por febre maculosa na região. Os exames dela seguem em análise no Instituto Adolfo Lutz, laboratório de referência.

O que é a febre maculosa?

A febre maculosa é uma doença infecciosa, febril aguda e de gravidade variável. Ela pode variar desde as formas clínicas leves e atípicas até formas graves, com elevada taxa de letalidade. A febre maculosa é uma doença causada por uma bactéria (Rickettisia rickettsii) que costuma se hospedar no carrapato-estrela. A transmissão ocorre pela picada do carrapato infectado depois de quatro a seis horas no corpo da pessoa. No Brasil, duas espécies de riquétsias estão associadas a quadros clínicos da febre maculosa:

  • Rickettsia rickettsii, que leva ao quadro de Febre Maculosa Brasileira (FMB) considerada a doença grave, registrada no norte do estado do Paraná e nos Estados da Região Sudeste.
  • Rickettsia parkeri, que tem sido registrada em ambientes de Mata Atlântica (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia e Ceará), produzindo quadros clínicos menos graves.

Quais são os sintomas da febre maculosa?

  • Febre
  • Dor de cabeça intensa
  • Náuseas e vômitos
  • Diarreia e dor abdominal
  • Dor muscular constante
  • Inchaço e vermelhidão nas palmas das mãos e sola dos pés
  • Gangrena nos dedos e orelhas
  • Paralisia dos membros que inicia nas pernas e vai subindo até os pulmões causando paragem respiratória

Além disso, com a evolução da febre maculosa é comum o aparecimento de manchas vermelhas nos pulsos e tornozelos, que não coçam, mas que podem aumentar em direção às palmas das mãos, braços ou solas dos pés.

Como prevenir a febre maculosa?

  • Use roupas claras, para ajudar a identificar o carrapato, uma vez que ele é escuro
  • Use calças, botas e blusas com mangas compridas ao caminhar em áreas arborizadas e gramadas
  • Evite andar em locais com grama ou vegetação alta
  • Use repelentes de insetos. Inseticidas de piretrina são eficazes
  • Preste atenção nos animais domésticos, principalmente cachorros, que são hospedeiros de carrapatos
  • Se encontrar um carrapato aderido ao corpo, remova-o com uma pinça
  • Cavalos, bois e capivaras também podem carregar o aracnídeo

O que fazer se eu for picado por um carrapato?

Na dúvida sobre o tipo de carrapato, o importante é removê-lo o mais rápido possível. Mas muito cuidado. O carrapato não deve ser arrancado. Com a ajuda de um alfinete ou uma pinça, puxe devagar para que saia inteiro. Nunca esmague esse aracnídeo com as unhas, já que, ao estourar, as bactérias transmissoras são liberadas e podem infectar a lesão.

Depois de remover o carrapato inteiro, lave a área da mordida com álcool ou sabão e água. Se tiver dificuldade e não souber como fazer, o ideal é pedir a ajuda de um médico. Quanto mais rápido retirar os carrapatos do corpo, menor será o risco de contrair a doença. Após a utilização, coloque todas as peças de roupas em água fervente para a retirada dos insetos. Veja a matéria completa. 


Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Neymar Jr. aparece provocando Bruna Biancardi em Dia dos Namorados: "Não aceitam perder"

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Karina Bacchi devolve casa alugada em meio a mudança com o filho para fora do Brasil

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Mini Lamborghini dada por Neymar à Mavie custa 5,2 mil reais

Ana Hickmann e Edu Guedes - Reprodução: Instagram

Família

'Cinco quartos, garagem e escritório': Edu Guedes dá detalhes de mansão com Ana Hickmann

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Zilu Godoi decide mudar de nome e explica motivo

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho