Família

Dia Nacional da Adoção: momento de refletir sobre esse ato de amor

Muitas crianças ainda esperam ser adotadas no Brasil

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

adocao

O número de crianças e adolescentes que esperam ser adotados no Brasil ainda é grande. É por isso que 25 de maio, lembrado como dia nacional da adoção , deve ser um momento de maior reflexão. Segundo dados do Cadastro Nacional de Adoção, mais de 6,5 mil crianças e adolescentes esperam por uma família.

Os cenário é ainda pior quando se fala em adoção de adolescentes. De acordo com Márcia Fonseca, assistente social da Vara da Infância e Juventude de Campinas, a maioria dos casais desejam adotas crianças pequenas ou bebês. “Quanto mais exigências, maior será o tempo de espera [que a pessoa que deseja adotar espera]”, explica a assistente.

Anúncio

FECHAR

Antes de tudo, a adoção é um ato de amor. Esse sentimento deve ser renovado todos os dias, inclusive com os filhos biológicos. As crianças não querem ter pais perfeitos. Eles querem pais compreensivos, segundo a psicóloga e pedagoga Betty Monteiro, mãe de Gabriela, Samuel, Tarsila e Francisco. “Se você souber ouvir o que seu filho tem para dizer e aceitá-lo do jeito que ele é, você já será uma boa mãe”.

Processo de adoção

Qualquer pessoa maior de 18 anos, independentemente de sexo, ou estado civil pode entrar com um pedido de adoção. A diferença de idade entre adotante e a criança adotada deve ser de, no mínimo, 16 anos. Quando se é casado, ou se vive uma união estável, o pedido deve ser feito em conjunto. Se você quer adotar, veja mais dicas aqui.

Leia também:

7 dicas sobre adoção para pais e mães que vão entrar no processo

Adoção passo a passo

Adoção é sempre emocionante, mas essas fotos vão te surpreender 

Pais&Filhos TV