Família

Até que enfim! Ministério da Saúde dará curso para pais de autistas

autismo

Publicado em 06/04/2018, às 15h30 por Redação Pais&Filhos


autismo

O Brasil dá mais um passo para inclusão de autistas. O Ministério da Saúde vai capacitar 1.000 pais de crianças, de 2 a 9 anos de idade, com autismo e outros atrasos de desenvolvimento. Isso é importante porque “vários estudos científicos provam que crianças autistas cujos pais são treinados apresentam melhoras, passam a interagir mais, ter mais contato visual, conseguem identificar os membros da família e diminuem aspectos negativos do comportamento, como, por exemplo, irritação e agressividade”, explica Clay Brites, pediatra, neurologista infantil do Instituto NeuroSaber e pai da Helô, do Gustavo e do Maurício.

O treinamento é inédito no País e integra o Programa Internacional de Capacitação de Familiares e Cuidadores de Crianças, da Organização Mundial da Saúde, presente em 29 países. Por aqui, o Governo Federal fechou uma parceria com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e investirá R$ 2,5 milhões. A previsão é treinar, além das 1000 famílias, 60 supervisores nacionais e 160 multiplicadores. Primeiro, serão treinados os profissionais de saúde, que repassarão o conhecimento a agentes do SUS. Em seguida, ocorrerá a capacitação com as famílias, com sessões nas casas delas. “Vamos implementar o curso em 10 estados com segurança e cuidado, para depois em uma segunda etapa, disseminar em todo o território nacional”, explica o coordenador da Saúde Mental do Ministério da Saúde, Quirino Cordeiro. Estima-se que 1% da população no Brasil tenha autismo.

Tudo será gratuito. Os pais aprenderão, por exemplo, como lidar com situações características de crianças com autismo e exercícios. Clay nos explica o porquê de ser fundamental os pais estimularem os filhos – e não somente médicos ou especialistas : “Só pai e mãe estão com os os filhos em diversos contextos. Um dos problemas do autista é que ele é incapaz de agir da mesma forma em contextos diferentes. Se ele aprende algo em um consultório médico, dificilmente consegue fazer isso na casa dele. Agora, se os pais souberem ensiná-lo, ele evolui”.

Leia também:

Dez curiosidades sobre o autismo

Mãe escreve texto emocionante sobre filho com autismo

Aprenda a identificar os primeiros sinais do autismo


Palavras-chave

Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

(Foto: Reprodução/Redes sociais)

Família

Mani recebe recado de Yasmin Brunet após anunciar fim da relação com Davi

Davi e Mani possuem 20 anos de diferença entre eles - Reprodução/Instagram

Família

Mani deixa de seguir Davi no Instagram e toma atitude sobre a relação com o campeão do BBB

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Andreas Richthofen vive isolado - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Andreas Richthofen dá 1ª entrevista e diz que procura a irmã há 4 anos: "Tem assuntos pendentes"

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Sabrina Sato compartilha momentos da viagem para Paris com Zoe, Nicolas Prattes e família do ator - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Sabrina Sato se declara para Nicolas Prattes após Duda Nagle anunciar separação