Criança

Quando levar as crianças ao urologista?

Infecção urinária e fimose são casos que precisam ser tratados pelo especialista

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Quando a gente pensa em médico para cuidar das crianças geralmente vem na nossa cabeça somente o pediatra e, depois, o dentista. Mas além desses exemplos, uma especialidade que costuma atender muitos casos infantis é o urologista. Você nunca levou seu filho ou a sua filha ao urologista? Sim, meninas também podem se consultar com ele, pois os problemas relacionados ao aparelho urinário podem acontecer com ambos os sexos e são mais comuns do que a gente imagina.

De acordo com o chefe do Departamento de Uropediatria da Sociedade Brasileira de Urologia, Ubirajara Barroso, a infecção urinária é o problema mais comum entre as crianças e é causada pela presença de micro-organismo no trato urinário. “É muito comum haver infecção urinária em bebês, mas os sintomas não são tão claros. Geralmente ela se manifesta como uma febre sem causa aparente”, explica.

Anúncio

FECHAR

Durante o primeiro ano de vida, costuma se manifestar mais no sexo masculino. Isso porque os meninos nascem com o prepúcio (pele que reveste a ponta do pênis) mais fechado. Ao longo do desenvolvimento, ele costuma abrir sozinho, mas se até os 5 anos de idade ele não se retrair é necessário ser avaliado por um especialista. Existem também os casos de malformação congênita, que podem dificultar o escoamento da urina. Entre os meninos também pode haver incidências da fimose, dificuldade de expor a cabeça do pênis, pois a pele que a cobre é muito estreita, causando assaduras. O local deve sempre ser bem higienizado e o urologista orientará a necessidade de uma pequena cirurgia.

Leia também: fimose, o que fazer?

Depois de um ano de vida, a maior incidência de infecção urinária ocorre em meninas, pois a uretra feminina é mais curta e está localizada próxima ao ânus, contribuindo para o deslocamento de bactérias. “Os pais podem reconhecer quando elas começam a apertar um joelho contra o outro, sentem dores ou ardência na hora de ir ao banheiro ou não conseguem segurar a urina até chegar no banheiro”, diz Barroso.

Uma das causas da infecção acontece pelo acúmulo de urina na calcinha, que pode irritar a região e favorecer o acúmulo de bactérias. Por isso é importante que os pais ensinem a fazer a limpeza correta e não levantar do vaso enquanto não tiver terminado de fazer xixi.

Prevenção da infecção urinária

Enquanto a criança estiver usando fraldas é importante trocar sempre que fizer xixi e se notar alguma alteração na cor ou cheiro, levar a um especialista.

 Se a criança não usar mais fralda, ensine-a a urinar com frequência e não segurar o xixi. O ideal é que a criança vá ao banheiro a cada 3 horas.

A higienização das meninas deve ser feita da região do ânus para trás. Esse método deve ser utilizado a vida inteira, pois evita que as bactérias passem de lá pra cá.

Cuidados relacionados à alimentação também são importantes. De acordo com Barroso, as crianças devem beber bastante líquidos e ter uma dieta balanceada com frutas, verduras, legumes e fibras para manter a imunidade alta.


Pais&Filhos TV