Criança

Programação para crianças: saiba a importância dessa tecnologia para o futuro do seu filho

A linguagem de programação oferece às crianças a oportunidade de aprender de maneira divertida esse mundo rodeado pela tecnologia - Pexels
Pexels

Publicado em 05/05/2023, às 11h00 - Atualizado em 08/05/2023, às 10h37 por Giovanna Machado,


Há quem diga que as aulas de programação para crianças são a nova ‘escolinha de inglês’. Em meio a um mundo cada vez mais digital, o conhecimento de linguagens de programaçãotem um impacto significativo no desenvolvimento de crianças e adolescentes. Aprender uma nova linguagem na primeira infância é mais fácil e estimula o cérebro, desenvolvendo a criatividade, raciocínio e concentração. As aulas de programação podem ajudar seu filho não só a aprender a lógica da área, mas também a se tornarem criadores, inspirando-os a explorar e desenvolver aplicativos, sites, jogos e muito mais.

Curso de programação

Entre os cursos de programação do mercado, a BYJU’S usa um método de ensino proprietário, baseado em aulas online individuais ou em pequenos grupos. A missão é fornecer aulas personalizadas que atendam aos diferentes métodos de aprendizagem e necessidades de cada criança. Nos dois anos de operação da empresa no Brasil, mais de 300.000 projetos já foram criados, incluindo cerca de 6300 jogos.

Menino programando em seu computador
A linguagem de programação oferece às crianças a oportunidade de aprender de maneira divertida esse mundo rodeado pela tecnologia (Foto: Pexels)

“O objetivo principal das aulas de programação é fazer com que os alunos aprimorem o raciocínio lógico e desenvolvam habilidades complementares que os capacitem a lidar com os desafios do presente e do futuro. Aprender linguagem de programação combina aprendizado com brincadeira”, explica Fernando Prado, CEO Brasil da BYJU’s.

Por que ter aulas de programação é importante para a criança?

As crianças que estão começando a aprender programação agora terão uma vantagem significativa ao entrar na vida acadêmica ou no mercado de trabalho, já que o conhecimento de tecnologia é cada vez mais necessário.

De acordo com uma pesquisa da Wise (World Innovation Summit for Education), até 2030, computadores e tablets estarão mais presentes na vida de professores e alunos do que lousas e cadernos. Sendo assim, é importante que as crianças estejam mais integradas em atividades que estejam ligadas à tecnologia, levando em conta que se preparar para um futuro cada vez mais digital é um ponto indispensável nos dias de hoje.

Ainda segundo o psicopedagogo e especialista em desenvolvimento infantil Junior Cadima, ao participar de atividades tecnológicas que envolvam a programação, as crianças são expostas e desafiadasa pensar em soluções criativas e a criar programas que funcionem de maneira eficaz, que vão muito além da capacidade de codificar.

Linguagem de programação
A tecnologia na educação infantil é uma ótima forma de proporcionar estímulos diferentes às crianças, contribuindo para o seu pleno desenvolvimento (Foto: Pexels)

“A programação ajuda a desenvolver habilidades de pensamento lógico e raciocínio, que são importantes para tomar decisões em muitas áreas da vida. Além disso, a programação ajuda a desenvolver habilidades como a criatividade, a capacidade de resolver problemas, a atenção, a memória, o planejamento e a capacidade de descrever processos. Aprender a programar também pode ajudar as crianças a melhorar suas habilidades de comunicação, trabalho em equipe e colaboração, pois possibilita experiências de trabalho em grupo”, explica o especialista.

A importância da representatividade feminina na tecnologia

O curso de programação online da BYJU’S é ensinado exclusivamente por mulheresem todo o mundo. No Brasil, eles têm aproximadamente 700 professoras parceiras. “O número de meninos ainda é maior, mas o interesse e ingresso de meninas no curso de programação cresceu bastante ao longo destes dois anos em que estamos operando no país, fazendo com que a disparidade de gêneros nas aulas seja cada vez menor. Neste sentido, nossas professoras são, também, uma figura de referência e exemplo a ser seguido pelas meninas que desejam seguir os estudos ou, futuramente, trabalhar em áreas STEM”, afirma Fernando.

Programadora
As ferramentas tecnológicas ajudam a desenvolver habilidades socioemocionais, estimulando os alunos a construírem o conhecimento em conjunto (Foto: Pexels)

A presença feminina no mercado de tecnologia ainda é uma realidade distante do ideal. Por muito tempo, a programação foi vista como uma área predominantemente masculina e, consequentemente, afastou muitas mulheres dessa profissão. No entanto, a representatividadeé fundamental para que essa realidade mude.

Marcos Piangers, paide Aurora, de 10 anos, colunista da Pais&Filhos e autor do best-seller ‘O Papai é Pop’, conta que decidiu colocá-la no curso de programação oferecido pela BYJU’S, pois entende a importância de incentivar as meninas a terem contato com a tecnologia. Para ele, além de aprender habilidades técnicas, como programação, a Aurora também está desenvolvendo sua criatividade, foco e esforço. “Ela pode participar da criação e das aplicações e não somente usá-la como uma ferramenta de consumo”, explica.

Piangers destaca que o fato do curso ter professoras mulheres programadoras, incentiva a filha a se enxergar no mercado: “Aurora se enxerga na professora como uma menina que pode entrar no mercado majoritariamente masculino. Se enxerga como alguém que pode estar programando e que esse não é um mercado só de meninos. É muito importante que a gente tenha meninas programando porque, afinal de contas, os programadores constroem esse mundo do futuro, um mundo de presença digital que cada vez faz mais parte da nossa vida”, conta.

Programadora
As mulheres na tecnologia são — ou devem ser vistas assim — tão importantes quanto os homens, uma vez que são dotadas de muita capacidade técnica e intelectual (Foto: Pexels)

A importância da representatividade feminina na programação vai além do aspecto social. Como Piangers menciona, os programadores constroem o mundo do futuro, um mundo cada vez mais digital. Logo, é fundamental que as mulheres tenham voz nesse processo de construção.

Veja também: faça seu cupcake de massinha

Brincar de massinha é uma excelente forma de explorar a criatividade do seu filho, nós testamos o Play-Doh Magia de Unicórnio, para criar um cupcake temático, com direito a chifres, arco-íris, estrelas e muito mais


Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Samsung Galaxy S23 - Divulgação

Aparelho top

Ofertas do dia: até 43% de desconto no Samsung Galaxy S23

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Foto: Arquivo Pessoal

Família

Menino de 1 ano m0rre após caso de descaso médico: "Tentei esquentar o corpo do meu filho morto"

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar