Criança

Perigo de queimadura

Bebê desenvolve infecção depois de queimadura do tamanho de uma moeda

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Um bebê de apenas 10 meses quase morreu depois de desenvolver uma infecção grave na pele após uma queimadura do tamanho de uma moeda de dez centavos nas costas. Cerca de 80% da primeira camada da pele de Alexander teve que ser removida e o pequeno passou duas semanas no hospital.

Panela no fogo? Muito cuidado!

O acidente aconteceu depois que Alexandrer mexeu em uma xícara de café quente, se queimou e acabou desenvolvendo a Síndrome da Pele Escaldada, um tipo de infecção causada pela bactéria Staphylococcus Aureus.

Anúncio

FECHAR

 Segundo o Daily Mail, os médicos não diagnosticaram a complicação e o pequeno começou a apresentar sintomas mais graves cinco dias depois da queimadura. A pele de Alexander começou a descamar e formar bolhas nas costa, braços e rosto.

O tratamento exigia que a primeira camada da pele do bebê tivesse que ser removida por um procedimento cirúrgico. Os médicos avisaram a família que ele poderia não sobreviver ao tratamento. Andrew, o pai de Alexander, disse que “ele estava enfaixado da cabeça aos pés, e apenas os dedões das mãos e dos pés estavam à mostra. Nosso bebê, geralmente tão sorridente, não sorriu uma única vez em duas semanas”.

Alexander se recuperou do procedimento e já está em casa com os pais. Andrew e Sarah querem usar o filho como exemplo em uma campanha para alertar as famílias sobre os perigos das queimaduras em crianças com menos de cinco anos.

Pais&Filhos TV