Criança

Guia de vacinas: Tríplice Viral

Recomendada para crianças de 1 ano, vacina previne 3 tipos de doenças

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Vacina Tríplice Viral (Sarampo – Caxumba – Rubéola)

A Vacina Tríplice Viral é indicada para a prevenção do Sarampo, da Caxumba e da Rubéola em todas as faixas etárias. É produzida com vírus vivos atenuados causadores das doenças.

É recomendada a toda criança aos 12 meses de idade e um reforço entre 4 a 6 anos de idade. O desejável é que todo adolescente e adulto tenha sido vacinado com pelo menos duas doses durante a vida.

Anúncio

FECHAR

Em adolescentes e adultos com menos de 50 anos – sem comprovação de vacinação prévia – a vacina pode ser aplicada na data escolhida e uma segunda dose um mês após a primeira. (Caso tenham sido vacinados com apenas uma dose, deverão receber mais uma dose da vacina).

Adultos acima de 50 anos que nunca tenham sido vacinados com a vacina tríplice viral devem tomar apenas 1 dose. 

 

Doenças:

Rubéola

A rubéola é uma doença causada por um vírus e se caracteriza por febre baixa e pequenas manchas avermelhadas na pele, que se iniciam na face, couro cabeludo e pescoço, espalhando-se para tronco e membros. Cinco a dez dias antes de aparecerem as manchas, há um aumento dos gânglios na nuca, atrás do ouvido e na parte de trás do pescoço. Adolescentes e adultos podem apresentar dor e inflamação nas articulações, conjuntivite, coriza e tosse.

Demora de 12 até 21 dias (a média é de 17 dias) para os primeiros sintomas aparecerem após a pessoa ser infectada. Entre 25% a 50% das infecções pelo vírus da Rubéola não apresentam sinais característicos da doença.

Transmissor: O ser humano.

Forma de transmissão: Pelo contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.

Período de transmissão: De 5 a 7 dias antes do início das manchas avermelhadas e de 5 a 7 dias após seu aparecimento.

Complicações: Gestantes que adquirem a doença até o 5º mês de gravidez podem vir a ter aborto ou o bebê pode nascer com problemas de coração, catarata, surdez e até mesmo morto.

 

Sarampo

O sarampo é uma doença causada por um vírus e é extremamente contagiosa. Demora de 7 até 18 dias para surgirem os primeiros sintomas, após o contato com a pessoa doente, sendo que as manchas avermelhadas aparecem em torno do 14º dia. A evolução apresenta três períodos bem definidos:

  • Período de tosse com muco – Tem duração de 6 dias: no início da doença, surge febre, acompanhada de tosse com catarro, coriza, conjuntivite e intolerância à luz. Nas últimas 24 horas deste período surgem – na gengiva – pequenas manchas brancas envoltas por um círculo avermelhado.
  • Período das manchas avermelhadas – Dura entre 5 a 6 dias. Os sintomas se agravam, o doente fica enfraquecido e surgem manchas avermelhadas atrás da orelha (parecendo com picadas de mosquito) e após 2 ou 3 dias, se espalham para o rosto e o resto do corpo.
  • Período de descamação – As manchas tornam-se escurecidas e surge descamação fina, lembrando farinha.

Transmissor: O ser humano contaminado

Forma de transmissão: Diretamente de pessoa a pessoa, através das secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou respirar.

Período de transmissão: De 4 a 6 dias antes e até 4 dias após o aparecimento das manchas avermelhadas.

Complicações: Infecções respiratórias, pneumonias, infecções de ouvido, laringite, diarreias, inflamação generalizada do cérebro, dentre outras.

 

Caxumba

A Caxumba (também conhecida como papeira ou parotidite infecciosa) é causada por um vírus e se caracteriza por febre e aumento de volume na região da bochecha perto do ouvido ou no pescoço. Em homens adultos, de 20 a 30% ficam com inflamação nos testículos enquanto que apenas 5% das mulheres desenvolvem inflamação no ovário. Os sintomas demoram de 12 até 25 dias para aparecerem, após o contato com a pessoa doente. Ela é altamente contagiosa.

Transmissor: O ser humano.

Forma de transmissão: Através de gotículas de saliva ao falar, tossir, espirrar.

Período de transmissão: Varia entre 6 a 7 dias antes do surgimento dos sintomas a até 9 dias após o surgimento destes. O vírus pode ser encontrado na urina até 14 dias após o início da doença.

Complicações: Meningite causada pelo vírus, surdez em um dos ouvidos, diversos tipos de inflamações (no pâncreas, na tireoide, nos nervos, nos testículos, no ovário, no coração e nos rins) e esterilidade. Raramente o cérebro pode ficar inchado e ocorrer óbito.

Saiba tudo sobre as outras vacinas e doenças do Calendário básico de vacinação do Ministério da Saúde:

Vacina:  Poliomielite (Paralisia Infantil)/Doença: Poliomielite (Paralisia Infantil)

Vacina: Pneumocócicas/Doença: Pneumocócica

 Vacina: Pentavalente/Doença: Meningite po HAEMOPHILUS INFLUENZAE TIPO B

Vacina: Rotavírus/Doença: Rotavírus

Vacina: Meningocócicas/Doença: Meningocócica

Vacina: Febre Amarela/Doença: Febre Amarela

Vacina: Tríplice Bacteriana/Doenças: Difteria, Tétano e Coqueluche