Criança

Guia de vacinas: Hepatite B

Saiba mais sobre esta vacina que é a primeira da nossa vida

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

A vacina de Hepatite B é a primeira que tomamos em nossa vida: logo ao nascer. 

Entenda esta vacina que integra a caderneta do Ministério da Saúde e a doença que elas previnem, com informações do médico sanitarista e responsável pelo setor de vacinas do Delboni Auriemo Medicina Diagnóstica, Ricardo Cunha, pai de Renata e Marina.

Vacina:  Hepatite B

Anúncio

FECHAR

Vacina indicada para a prevenção da infecção do vírus B da Hepatite. Produzida a partir de técnicas de engenharia genética com a utilização do próprio vírus causador da doença. A vacina está disponível para crianças e adultos, sendo administrada em 3 doses, recebidas da seguinte forma:

Criança – 1ª dose: primeiras horas após o nascimento;  2ª dose: entre 1 e 2 meses de idade; 3ª dose: aos 6 meses de idade.

Adulto – 1ª dose: na data escolhida; 2ª dose: 1 mês após a 1ª; 3ª dose: 5 meses após a 2ª.

 

Doença: Hepatite B

A Hepatite B é uma doença causada por um vírus que pode ou não manifestar sintomas no portador. Em casos extremos pode levar à morte. Na forma aguda (de curta duração), os sintomas vão desaparecendo aos poucos. Algumas pessoas (dependendo da idade) desenvolvem a forma crônica (de longa duração) mantendo um processo inflamatório do fígado por mais de 6 meses. A probabilidade de uma pessoa desenvolver a forma crônica é de 90% em crianças menores de 1 ano; de 20 a 50%  entre 1 e 5 anos; entre 5 e 10% em adultos.

Sintomas: Mal-estar; dor de cabeça; febre baixa; anorexia; fraqueza; fadiga; dor nas articulações; náuseas; vômitos; desconforto no tórax do lado direito; aversão a alguns alimentos e ao cigarro; icterícia (cor amarelada nos olhos) – esta geralmente se inicia quando a febre desaparece podendo ser precedida por urina escura e fezes esbranquiçadas;  fígado aumentado; baço aumentado.

Os sintomas podem demorar de 30 até 180 dias para aparecer, após a pessoa ter se infectado (a média fica entre 60 até 90 dias).

Transmissor: O ser humano.

Forma de transmissão: Por via sexual; transfusões de sangue; procedimentos médicos e odontológicos; hemodiálises sem as adequadas normas de biossegurança; transmissão mãe-filho (durante a gestação); por contatos íntimos em casa (compartilhamento de escova dental e lâminas de barbear);  acidentes com algum tipo de sangramento; compartilhamento de seringas e de material para a realização de tatuagens e piercings.

Período de transmissão: A pessoa infectada pode passar o vírus da Hepatite B para outras pessoas de 2 a 3 semanas antes do aparecimento dos primeiros sintomas bem como durante a evolução da doença. O portador crônico (por longo período) pode transmitir por vários anos.

Complicações: A Hepatite pode durar anos. O portador também pode desenvolver cirrose hepática e suas complicações: acúmulo de líquido no abdome, hemorragias digestivas, peritonite (inflamação da membrana que reveste o sistema digestivo), distúrbios neurológicos e câncer no fígado.

Lembre-se: não se automedique. Sempre procure seu médico. Ele poderá indicar o melhor tratamento para que você recupere sua saúde.

 

Saiba tudo sobre as outras vacinas e doenças do Calendário básico de vacinação do Ministério da Saúde:

Vacina:  Poliomielite (Paralisia Infantil)/Doença: Poliomielite (Paralisia Infantil)

Vacina: Pneumocócicas/Doença: Pneumocócica

 Vacina: Pentavalente/Doença: Meningite po HAEMOPHILUS INFLUENZAE TIPO B

Vacina: Rotavírus/Doença: Rotavírus

Vacina: Meningocócicas/Doença: Meningocócica

Vacina: Tríplice Viral/Doenças: Sarampo, Caxumba e Rubéola

Vacina: Febre Amarela/Doença: Febre Amarela

Vacina: Tríplice Bacteriana/Doenças: Difteria, Tétano e Coqueluche 

Pais&Filhos TV