Criança

Aprendendo a se defender

Como preparar seu filho para a vida escolar sem bullying

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Seu filho entrou na escola e a disputa por espaço e brinquedos começou. Saiba como ensina-lo a se defender, sem causar problemas

Por Marianna Perri, filha de Rita e José

Anúncio

FECHAR

Violência gera violência. Este ditado batido serve, não só para guerras e conflitos, como também para o jardim de infância, parquinho ou creche do seu filho. São nos primeiros anos de vida que os pequenos vão aprender a se defender e o que é certo ou errado de se fazer com os colegas.

Por isso, repense tudo que passou com os colegas de escola e ensine seu filho que é mais importante conversar do que partir para o ataque. A defesa é uma reação, e não uma ação pensada pela criança.

É importante que você mostre ao pequeno que ninguém pode agredi-lo, seja física, moral ou emocionalmente, e que ele não pode fazer isso com ninguém. Caso uma dessas ações ocorrer, demonstre que ele deve falar claramente que não está gostando da atitude do colega, de forma firme e pontual.

 Aprender a se defender pode ajudar a criança a enfrentar os valentões do colégio e evitar o bullying. Um estudo a Abrapia (Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e à Adolescência) apontou que 45% das crianças em idade pré-escolar (entre 2 e 6 anos) sofrem bullying.

As conseqüências para o seu filho podem ser bem traumáticas: baixa auto-estima, ansiedade e depressão, além do mau desempenho escolar. Você pode descobrir o que fazer se seu filho é vítima de bullying aqui.

Consultoria: Daniella Freixo de Faria, mãe de Maria Eduarda e Maria Luisa, psicóloga especializada em terapia infantil. www.daniellafaria.com.br

Pais&Filhos TV