Criança

Aprendendo a amarrar o tênis

Para uma criança, é um orgulho dominar os cadarços. E não é tão simples quanto parece. Veja como você pode ajudar nessa etapa

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Amarrar os sapatos pode até parecer um ato mecânico e simples de realizar. Mas, para as crianças, essa atividade também significa um marco, pois proporciona benefícios para a auto-estima, evolução cognitiva e independência. Para conseguir dar o nó nos cadarços do tênis, ela precisa ter desenvolvido uma série de capacidades que, muitas vezes, passam despercebidas pelos adultos.

Para colocar essa habilidade em prática, a criança precisa de maturidade e maturação neurológica, explica  Cláudia Tricate, diretora pedagógica do Colégio Magno/Mágico de Oz e mãe do Felipe, da Júlia e do Bruno. “É uma operação complexa, que envolve várias etapas, de segurar bem os cadarços até apertar os nós”.

As crianças costumam aprender a dar laço lá pelos cinco ou seis anos, quando já têm domínio de tudo o que é necessário: habilidade motora com as duas mãos, percepção visual, espacial e temporal, bem como capacidade de sequenciação de movimentos. Não é pouco não!  

Anúncio

FECHAR

Para a vice-presidente do departamento de saúde mental da Sociedade de Pediatria de São Paulo, Miriam Ribeiro de Faria Silveira,  filha de Adélia e Messias, amarrar o próprio sapato proporciona uma sensação de liberdade e de poder cuidar um pouquinho melhor de si.

Como estimular

O aprendizado pode ser estimulado tanto pela família quanto pela escola. No colégio Magno/ Mágico de Oz, é usada uma estratégia de ensinar uma parte do processo por vez: alinhar os cadarços, fazer o primeiro nó, depois formar o laço à medida que os alunos vão pegando prática. Fazer a atividade com uma criança treinando com os cadarços de outra também dá bons resultados.

O importante é ter muita paciência e insistir na repetição, pois não será de primeira que o filho conseguirá memorizar todo o procedimento para amarrar os sapatos. “O ato de amarrar os sapatos carrega consigo conquistas subjetivas, pois possibilita que a criança vá ganhando autonomia”, conta Cláudia.

E se demorar para a criança aprender?

Cada criança tem o seu tempo para realizar cada tarefa e, na maioria das vezes, com um pouco de treino e dedicação, ela conseguirá aprender. Vale prestar atenção se você — mãe ou pai –, na correria do dia a dia, não acaba tirando a oportunidade de seu filho aprender. Dois erros que os pais acabam fazendo: amarram eles mesmos ou optam pela praticidade dos fechos com velcros.  Com sua orientação e um pouco de paciência,  deixe seu filho desatar esse nó na aprendizagem.

Para ajudar

Cruzar os cardaço, passar por baixo, puxar firme, dar uma volta com o cardaço nos dedos… Para simplificar um pouco, a professora americana Eileen Sloan  desenvolveu um cartão de plástico com furos que ajudam às crianças a amarrar os sapatos.

É colocar o cartão sobre o tênis, ir seguindo a sequência de movimentos indicados e fazer o laço. Ao terminar, é só tirar o cartão sem danificar o nó.

O produto chama EZLeaps Shoe Tying Tool e está à venda coo site da empresa e custa US$5,49, aproximadamente R$13

Pais&Filhos TV