Criança

A importância dos bonecos

Não importa se são inspirados em heróis ou se imitam bebês, esses brinquedos trazem benefícios para meninas e meninos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

 a-importancia-dos-bonecos

Bonecos são talvez os brinquedos mais antigos do mundo. Hoje, eles podem até ser diferentes daqueles feitos no Egito Antigo, mas a brincadeira é a mesma. O que mudou, mais do que sua forma, foi a consciência da sua importância para o desenvolvimento das crianças.

Além de divertidos, trazem benefícios cognitivos, estimulam a criatividade e podem ajudar a trabalhar sentimentos e habilidades.

Anúncio

FECHAR

A brincadeira de bonecos é uma reprodução do que as crianças vivenciam no cotidiano. “A tendência natural é imitar o que eles veem em um contexto social. Esse hábito é conhecido como jogo de exercício, onde ela se apropria daquilo que percebe na realidade. Se a criança mora em uma casa em que todo mundo cozinha, pode brincar de cozinhar também”, explica a professora e coordenadora do Núcleo de Pesquisas do Brincar da PUC, Maria Angela Barbato Carneiro, filha de Rosina e Luiz.

Aprendizado

Algumas habilidades que costumam ser estimuladas na vida adulta podem ser praticadas brincando com bonecos. Uma delas é a habilidade de fazer probabilidades de combinação. Esse aprendizado é trabalhado, por exemplo, em brinquedos que vem com diferentes roupas e acessórios.

Noções étnicas também podem ser estimuladas por meio da brincadeira, pois muitos bonecos vêm com roupas e informações de costumes da localização: como os bonecos turcos, as matrioskas, gueixas e Barbies de outros países.

Sem distinção de gênero

Muita gente associa o hábito de brincar de boneca unicamente às meninas, mas não precisa ser assim. As crianças não fazem distinção social do que é tipico de cada gênero.

“Se um menino brinca com uma boneca bebê, ele pode estar encenando diferentes situações, pode ser um pai cuidando de uma filha, um professor ensinando a uma aluna, um médico cuidando de um paciente e até mesmo um barbeiro. São cenas que fazem parte da rotina deles”.

Alguns pais incentivam as brincadeiras com bonecas semelhantes a bebês entre os meninos, para se tornarem mais participativos quando tiverem filhos, no futuro. É o caso da fotógrafa canadense Arlee Sebryk, que postou na internet fotos de seus filhos brincando de boneca (veja galeria abaixo).

Brincando junto com os filhos

Além de ser uma atividade prazerosa para fazer com os filhos, acompanhar as crianças na brincadeira pode ser uma forma de saber como eles se sentem, como gostariam de ser tratados, ou algum problema pelo qual estão passando e os adultos não sabem.

No entanto, a educadora diz que os pais não devem se intrometer na brincadeira e devem entrar no papel estipulado pela criança. Caso detectem algum problema, devem tentar conversar e sugerir que a brincadeira seja diferente.