Criança

A importância da Adequação postural em crianças

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Crianças com Paralisia Cerebral (Encelopatia Crônica Não Progressiva), Mielomeningocele, Distrofias musculares, Lesões Encefálicas Adquiridas, Síndromes, más formações congênitas, entre outros diagnósticos, que podem apresentar alteração no tônus, déficit muscular, presença de reflexos primitivos, ausência e/ou incoordenação de movimentos, necessitam de intervenções para manter a postura assentada adequada.

Frequentemente são utilizadas cadeira de rodas, cadeira veicular, mobiliário escolar, cantinho, entre outros equipamentos que devem ser avaliados, prescritos e confeccionados por equipe interdisciplinar (composta por médicos, terapeutas, fabricantes, bioengenheiros, familiares e todos que acompanham seu desenvolvimento), para averiguar a necessidade do processo de adequação postural.

Adequação postural (seatting)é: “um termo utilizado para descrever a intervenção de adequação postural, pela utilização de um sistema de assento e encosto e uma base que pode ser móvel como uma cadeira de rodas ou não, a exemplo de um sofá” (Souza, 2007). Assim são traçadas estratégias para adquirir estabilidade, equilíbrio e conforto com o objetivo de propiciar ou aumentar as funções. Normalmente se faz necessário o uso de suportes (de cabeça, de tronco e membros), cintos e acessórios para adquirir ou manter a postura adequada.

Anúncio

FECHAR

Entre os benefícios que a adequação postural correta e precoce pode prover a criança destacam-se: possibilitar suporte corporal, prevenir deformidades, favorecer a integridade da pele, melhorar as funções fisiológicas, aperfeiçoar desempenho funcional, ampliar a liberdade de movimento, economizar energia, facilitar autocuidado e autoestima, otimizar a comunicação e socialização, aumentar o nível de tolerância na postura assentada, promover o conforto, facilitar o transporte e a acessibilidade e promover a  inclusão social.

Cabe ainda ressaltar que,desconforto e dor podem acarretar aumento do tônus, movimentação anormal, aumento da assimetria postural, aumento da fadiga, diminuição da atenção e concentração e até o abandono ou desuso do equipamento.

O posicionamento correto deve ser hábito de vida e sentar precocemente evita os malefícios da postura deitada prolongada!

Assim, quanto mais rápido a criança puder se beneficiar do uso de equipamentos adquiridos corretamente e específicos ao seu quadro de necessidades e habilidades, mais rápido poderá ter segurança para expor seus ganhos e deixar de ser um observador passivo, participando de forma ativa à sociedade.

Luciana Visibeli Marques, 34 anos, é fisioterapeuta especialista em Tecnologia Assistiva (FCMMG), com formação em Adequação Postural (CEPOM) e Diretora do ITAassistiva.

Pais&Filhos TV