Criança

9 passos para ajudar seu filho a gostar de ler

Respeitar os gostos da criança e frequentar locais como cinema, exposições e ouvir música pode ser uma forma de começar

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Quanto mais cedo se tem contato com a leitura, melhor. E faz parte do nosso papel de pais incentivar e ajudar nossos filhos a criarem esse hábito. A professora do departamento de educação da Universidade Estadual de Londrina, Lucinea Rezende, mãe de André e Maurício, mostra como formar pequenos leitores:

Não achar que é uma tarefa fácil

Anúncio

FECHAR

Ler é uma prática muito prazerosa, mas não é fácil. “As pessoas costumam achar que é moleza criar esse hábito. Para se formar um leitor, é preciso construir ideias, ter foco, prestar atenção. Nem sempre isso é fácil para uma criança”, explica Lucinea. Por isso, não queira que a criança tenha a mesma facilidade que você.

2. Frequentar ambientes de leitura

Não adianta dar um livro para uma criança e nunca levá-la a uma biblioteca, livraria ou sebo. Para se tornar um leitor, não adianta apenas pegar um livro e ler. É preciso ter identificação com o hábito. Em outras palavras, é preciso que a leitura faça sentido para a criança. Ao levar a criança para conhecer esses locais, fale sobre os beneficios da leitura e que ela vai aprender coisas novas.

3. Ler o mesmo livro que o seu filho

Dessa forma a família pode criar um clube do livro em casa: trocando e conversando sobre o que leram. “Isso torna o hábito da leitura mais divertido e possibilita que os pais se aproximem dos filhos”, conta Lucinea. Além disso, é uma forma de saber quais são as opiniões e preferências que as crianças têm.

4. Respeitar o gosto do seu filho

O seu gosto e o do seu filho não precisam combinar. E o fato de ele não querer ler suas sugestões não quer dizer que ele não gosta de ler. “Todas as pessoas podem ser bons leitores, só é necessário que essa construção seja feita no ritmo certo, respeitando as preferências e os limites”, alerta.
Se você gostaria que ele se interessasse por determinado livro ou gênero, pode pedir que fale um pouco sobre a história que ele está lendo e aproveitar para contar um pouco sobre a sua. Dessa forma um cria interesse pela história do outro.

5. Apresentar outros tipos de linguagem

A gente costuma achar que a leitura está apenas nos livros, mas boas histórias também estão presentes em filmes, peças de teatro, exposições e até mesmo nas músicas. Só que com outra linguagem. O importante é mostrar diferentes possibilidades e assuntos. O Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, é um ótimo lugar para explorar a leitura e o gosto pela língua!

6. Ler para ele

O contato com os livros pode começar antes mesmo de a criança ser alfabetizada. “Se os pais tornarem a leitura desde sempre um hábito natural, no momento em que a criança começar a ler, isso não lhe causará estranhamento, pelo contrário”.

7. Explorar a leitura de outras formas

Se você perceber que seu filho está gostando de determinado livro, vocês podem planejar, por exemplo, fazer uma peça de teatro em casa contando a história, ou planejar um passeio que tenha um cenário parecido com o enredo que ele está lendo. Ou, até mesmo, pedir a ele que escreva seu próprio livro. As possibilidades são infinitas.

8. Não tratar a leitura como punição

Isso pode fazer com que seu filho associe a leitura a algo ruim. Portanto, se ele tiver feito algo ruim, não mande ele ir para o quarto ler um livro. Também não cobre dele o término de uma história.