Criança

7 passos para educar uma criança menos consumista

Dê menos presente, esteja presente!

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

shutterstock_339633185

(Foto: Shutterstock)

A gente faz parte de uma sociedade consumista. Não é possível colocar seu filho em uma bolha e deixá-lo livre das influências de propagandas e incentivos ao consumo. Porém, existem algumas coisas que você pode fazer para ajudá-lo a valorizar as coisas certas.

Débora Corigliano, especialista em neuropsicopedagogia do Instituto Brasileiro de Formação de Educadores (IBFE), autora do livro Orientando Pais, Educando os Filhos, mãe de Bruno e Giovanna, separou algumas dicas que podem ajudar na hora de ensinar as crianças a dar o devido valor ao dinheiro.

1. Saiba lidar com o seu próprio dinheiro

Anúncio

FECHAR

Os pais não podem viver em função do dinheiro. “Preciso trabalhar 15 horas por dia para dar isso ao meu filho”. Segundo a especialista, se você agir assim seu filho vai aprender que o dinheiro é mais importante que o tempo em família.

2. Pare de dizer: “Tenho que ir trabalhar para ganhar dinheiro”

Se você ganha dinheiro, então é fácil gastar. Seu filho não vai entender o que você quer dizer com essa frase. “Pare de repetir essa frase. Leve a criança até o seu trabalho e mostre que você tem que ir lá 30 dias durante o mês para receber uma vez só”, explica a psicopedagoga.

3. Não troque serviços por dinheiro

“Se der dinheiro a ela, você trocará algo que ela deveria fazer naturalmente por recompensa”, comenta Débora. Seu filho vai achar que só deve ajudar quando receber algo em troca.

4. Evite ambientes de consumo

Ambientes como o shopping deixam a criança exposta à produtos e propagandas. Não estamos dizendo que você deve radicalmente parar de frequentar esses lugares, mas esse não precisa ser o passeio oficial de todos os finais de semana.

5. Valorize datas comemorativas

“Coloque mais valor no significado do que no presente”, aconselha a especialista. Você não precisa deixar de dar ovo de páscoa para a criança nessa época, mas que isso não seja a coisa mais importante. Tire a atenção do presente levando a criança, por exemplo, à um parque e faça um piquenique.

6. Ensine seu filho a lidar com o dinheiro

Converse com a criança para explicar o que é mesada ou semanada. Deixe ela gastar do jeito que quiser a quantia para aprender a lidar com o dinheiro. “Se ele gastar tudo de uma vez, vai perceber que poderia ter poupado o dinheiro para comprar algo que fosse mais legal”, comenta Débora.

7.  Não troque sua ausência por bens materiais

Não supra a sua presença com presentes, isso será prejudicial para o futuro do seu filho. Pelo contrário, esteja presente.

Leia também:

“O maior bem que podemos gerar nas crianças é a capacidade de decidir”, afirma Etienne Franca

Confira o que rolou no terceiro dia da Fashion Weekend Kids

14 coisas que uma mulher pensa quando descobre que está grávida 

Pais&Filhos TV