Colunistas

O arco-íris da licença maternidade

Nesse período vivemos diferentes emoções e sensações

É inegável o valor da licença maternidade para mães, bebês e para o estabelecimento pleno do vínculo entre eles. Lembro com muito carinho dos meus primeiros dias e meses junto dos meus filhos, quanta saudades!!! 

Mas sinto que esse período, apesar de maravilhoso e desejado, não é tão cor de rosa quanto imaginamos ou como gostaríamos que fosse. Esse é um tema que me inquieta muito, pois acho que ele retrata muito bem a vida das mulheres equilibristas hoje em dia. Para mim esse é um período que combina muitos tons e cada um traz um colorido especial, alguns mais atraentes e outros nem tanto. 

A licença é, claro, cor de rosa. Momento único de convivência entre mãe e filho, horas preciosas de dedicação exclusiva, de ficar com cheirinho de Hipoglós e achar que esse é o melhor perfume do mundo. Rosa pastel é a melhor definição para essa face da licença maternidade, um período da descoberta do amor de mãe, que todo mundo fala que é o maior do mundo e só nesse momento você percebe que é de fato! 

Anúncio

FECHAR

A licença é também um pouco azul celeste. Momento de grandes descobertas e aprendizados, um horizonte novo que se abre, como um céu infinito. Como é bom, nesse período, ir se surpreendendo com as novidades. Desde ver o bebê sorrindo até ficar craque na troca de fraldas, fazendo com maestria essa atividade, mesmo às 3h da madrugada, sonolenta e cansada. Uma descoberta que você nem sabia que seria capaz.

A licença tem, em alguns dias, uma face meio amarelada. Nem tudo é maravilhoso, amarelo é para mim sinal de alerta, de que há algo que pode ameaçar. O cansaço das noites mal dormidas, a sobrecarga das mamadas, as cólicas do fim de tarde, o choro que nos aflige… sem falar no relacionamento com o marido. Essa retomada da vida do casal também é bem amarelada e nem sempre tão fácil.

E ai o fim da licença se aproxima, o tempo fica meio cinza em alguns dias, com nossa insegurança de ficar longe do bebê tão querido, e em outros fica verde de liberdade, uma celebração ao retorno à vida profissional. E é assim mesmo, um momento de altos e baixos, verde e cinza mesclados, da tensão e emoção da vida de equilibrista que se inicia.

Cor de rosa, azul celeste, amarelo, verde e cinza. É esse arco-íris de cores que dá a graça e emoção para esse momento tão especial. Cada cor merece ser vivida com toda sua intensidade. Todas fazem parte da licença maternidade, não há como evitá-las e o melhor a fazer é ajustar o tom que parece mais adequado à sua vida.  E, acima de tudo, embarque no arco-íris e curta a vida de equilibrista!

Pais&Filhos TV