Colunistas

De equilibrista para equilibrista

Sobre as barreiras de ser mãe e as frases que estamos cansadas de ouvir

desafios de ser mãe

Sei que isso é o óbvio, mas ser mãe é difícil. Muito difícil. Não importa que tipo de mãe você seja, criar filhos é sempre garantia de uma vida desafiadora. Haverá bons e maus dias. Haverá dias em que nos sentiremos a pessoa mais feliz do mundo, e dias em que acharemos que nossas cabeças (e corações) vão explodir. Dias em que nos sentiremos perfeitas e competentes e em outros acharemos que o mundo vai cair sobre nós e nada parece dar certo.  A maternidade é mesmo uma montanha russa, cheia de risadas, medos, incertezas e emoções. Ninguém há de negar: não existe monotonia na maternidade.

Assim, ser mãe traz junto com a maternidade suas próprias barreiras a serem ultrapassadas, desde culpa e extrema exaustão até doses extras de paciência e bom senso. Quando adiciona-se a isso uma vida de mãe equilibrista, com trabalho fora de casa, isso atinge patamares olímpicos. Soma-se a isso todos os preconceitos que o mundo corporativo e mesmo nossa sociedade impõem às mães que trabalham fora, vistas muitas vezes como profissionais menos comprometidas  com suas carreiras ou como mães mais relapsas. Ou seja, além de todas as nossas próprias dificuldades em lidar com nossas vidas, ainda temos que combater tais estereótipos que ainda nos perseguem.

Anúncio

FECHAR

Bom, se você está em algum desses dias, sentindo-se, incapaz culpada ou precisando de uma palavra de ânimo, esse texto foi feito para você. Reuní aqui algumas citações que já ouvi de outras mães em momentos de desabafo. Parte dessas afirmações são de mães de fora do Brasil e nem por isso não se encaixam a nós.  Muito pelo contrário, cada vez mais me convenço de que a maternidade quarda muito de universal. Lei-as e releia- as se preciso naqueles momentos em que você precisa de um apoio adicional para seguir seu dia e combater algumas crenças instaladas que ainda nos rondam, em pleno século XXI. Certamente essas afirmações que trago a seguir não são a solução definitiva para nosso mal estar mas mostram-nos que não estamos sozinhas em nossas vidas de equilibrista. E mais do que isso, elas nos relembram de que não há nada de errado em ser mãe e trabalhar fora,  isso não nos faz “menos” mães nem “piores” profissionais, muito pelo contrário.  Sendo assim, vamos às frases que ouvi por ai:

  1. Não é porque eu trabalho fora que isso significa que não seja difícil ficar longe de meus filhos.
  2. Culpa é algo que todas as mães sentem, trabalhando fora de casa ou não.
  3. Ser uma mãe que trabalha fora não é o mesmo que dizer que minha família não é minha prioridade.
  4. Na verdade, todas as mães são equilibristas e todas as mães merecem nosso respeito.
  5. Gostar do meu trabalho não é sinal de que não gosto dos meus filhos.
  6. Não é porque meus filhos ficam no berçário/escolinha que isso indica que outras pessoas estão criando eles.
  7. Não é o fim do mundo se eu perder alguma apresentação na escola de meus filhos, ou reunião ou jogo de futebol. Estar presente apenas não define o que é uma boa mãe.
  8. Cada família é diferente umas das outras. Escolho o que parece melhor para nossa família e não para a familia do vizinho.
  9. Ter filhos pequenos não é motivo para não ser merecedora de um cargo de maior responsabilidade na empresa onde trabalho.
  10. É saúdavel para meus filhos me verem trabalhando e é assim que quero que eles me vejam.

Poderia seguir infinitamente completando essa lista com frases que ouvi por ai mas paro nessas 10. Mas vou adorar ouvir sua contribuição, quer compartilhar comigo sua frase? Assim seguimos com o espírito de nos apoiarmos nesta jornada da maternidade, de equilibrista para equilibrista.

Pais&Filhos TV