Colunistas

Alimentação saudável é coisa séria

Bons hábitos alimentares precisam ser cultivados desde criança

Sempre fui uma pessoa consciente da importância de uma alimentação saudável. Minha mãe não era “natureba”, mas fazia questão de alimentos adequados em casa: frutas diversas, nada de refrigerante, pouca fritura e Mc Donalds ou lanches do tipo, só de vez em quando. Fazíamos todas nossas refeições em casa, diferentemente de hoje, em que como muita coisa na rua.

Assim, cresci sem vícios alimentares e comidas que inflam os olhos e salivam qualquer boca, muitas vezes passam despercebidas por mim. Claro, não sou restritiva, adoro uma pizza quatro queijos cheia de óleo, só não como todo fim de semana.

Depois do nascimento das minhas filhas comecei a tomar mais consciência do valor de uma alimentação adequada estudando sobre o assunto. E com a Lorena, que tem Síndrome de Down, fiquei ainda mais convencida que uma dieta adequada é essencial.

Anúncio

FECHAR

A pessoa que nasce com Síndrome de Down apresenta uma série de peculiaridades clinicas. Uma delas é a constipação. Minha pequena sofre muito para evacuar. Fiz todas as bruxarias possíveis conhecidas como mamão, água com ameixa e nada de melhorar. Após ler e pegar dicas com outros pais, Lorena melhorou hábito com diminuição do glúten, leite fermentado e biomassa de banana verde (veja como se faz aqui: http://globotv.globo.com/gnt/bela-cozinha/v/receita-de-pao-com-biomassa-de-banana-verde/3989132/).

E com minha filha mais velha não foi diferente. Notei que estava crescendo pouco. Após uma bateria de exames, o diagnóstico: alimentação errada. Nunca me culpei tanto como naquele dia. Reunião na escola onde ela almoça, lancheira arrumada adequadamente com orientação do endócrino e o resultado não poderia ser diferente: crescimento.

Bons hábitos alimentares é coisa séria. Não seremos radicais, mas vamos pensar em comprar menos bolacha recheada e dar bolacha aveia? Que tal mais frutas na lancheira no lugar de bolo? Se for bolo, que tal o de laranja em vez de chocolate recheado com doce de leite?

Somente uma alimentação saudável e adequada pode fornecer vitaminas e nutrientes necessárias ao organismo para o desenvolvimento e crescimento da criança, contribuindo para um desempenho escolar produtivo, pois fornece a energia necessária para as atividades do dia, sendo cientificamente comprovado que uma alimentação saudável faz com que o nosso cérebro trabalhe melhor.

A alimentação saudável motivada desde a infância ainda previne várias doenças como a anemia, hipertensão, diabetes, hipotireoidismo, diversos tipos de distúrbios hormonais, sobrepeso e obesidade que poderiam se manifestar na fase adulta.

É na infância que tudo se aprende e é por isso que devemos ensinar as crianças os benefícios dos bons hábitos alimentares para que se tornem adultos saudáveis e conscientes.

Pais&Filhos TV