Colunistas

As possibilidades de Lorenzo

Um novo recurso tem mudado meu olhar sobre o que o futuro reserva para meu filho

foto

Há alguns dias iniciamos um trabalho novo com o Lorenzo e com a orientação de uma psicopedagoga, a equipe começou a avaliar os conceitos que ele já conhece, para que pudéssemos estabelecer novas metas e iniciar a avaliação do ano escolar.

Essa avaliação envolve conceitos gerais , pedagógicos e de comunicação. E a grande novidade do século (pelo menos para mim… rs) foi a descoberta que ele está lendo! E está tudo gravado, algo como, “ver para crer”.

Anúncio

FECHAR

Não consigo colocar em palavras o tamanho de minha emoção ao descobrir isso, pois não se trata apenas de um avanço, mas sim, de resultados que tem desdobramentos em uma vida inteira!

Fiquei feliz por saber que ele entende muito mais do que eu imaginava, fiquei feliz por mim, por ele, por todas as possibilidades de desenvolvimento cognitivo que ele tem, fiquei feliz por saber que ele entende o mundo, as pessoas, a vida, fiquei feliz pelo futuro dele e por todas as outras surpresas que nos aguardam.

A leitura não aconteceu de uma hora para outra, houve muito trabalho, meu, dele e, principalmente, da equipe de médicos e terapeutas que o acompanha, essa equipe lutou, buscou recursos e acreditou! E como faz a diferença acreditar.

Sim, porque muitas vezes, confesso que eu mesma cheguei a duvidar, as respostas demoram a acontecer, há muito trabalho, muitos profissionais envolvidos, uma casa inteira adaptada e toda a rotina toda alterada.

Há uma busca constante por resultados e recursos, investimento em treinamento profissional e um olhar diferenciado sobre a atuação dos terapeutas, que antes de tudo, antes de qualquer tratamento, enxergam o “ser” Lorenzo, um menino cheio de vontades, de objetivos, que quer entender e ser entendido, que tem suas dificuldades motoras e sensoriais. Todos trabalham explorando todos esses sentidos, o que vai muito além de uma simples estimulação motora.

Um recurso que acelerou esse desenvolvimento foi o equipamento Tobii, que “lê” os olhos na tela do computador, e dessa forma, ele pode se comunicar, fazer as atividades escolares e escolher o que quer fazer, dizer, comer, vestir, enfim, o equipamento ofereceu a ela a possibilidade da escolha e da comunicação, ele se descobriu como criança e com ser atuante na sociedade.

Quando oferecemos um recurso que “empodera” a criança para que ela seja atuante em tudo o que se refere a sua vida, há uma motivação que a faz querer ir cada vez mais longe. Porém, para qualquer recurso que seja oferecido, é necessário o acompanhamento de um profissional e muito trabalho, muito trabalho mesmo.

O Lorenzo iniciou o uso do Tobii  em Janeiro desse ano, começou com atividades bem simples, como por exemplo, apenas acompanhar o movimento de uma bola na tela, e até conseguir fazer todas essas escolhas, foi um longo caminho.

Quando olho para trás, vejo que trabalhamos muitos, que houve dias em que achei que não conseguiria ir adiante, que houve cansaço, houve choro, houve receio, mas nesses dias, eu olhava para ele e a sensação é mesma desde sempre: “Ele faz tudo valer a pena”.

E agora, com um avanço tão significativo, alguns sentimentos mudam, principalmente em relação ao futuro dele e às possibilidades que a vida pode oferecer.

Tenho uma equipe que busca o melhor diariamente, que não desiste, e que, como disse acima, acredita nele, todos lutaram e lutam demais por ele, mas não tem ninguém que lute mais do que ele, ele quer aprender, ele quer crescer, ele quer ir além! E com um menininho com toda essa vontade, eu só posso ser a mãe mais orgulhosa desse mundo! Ah, se ele soubesse o quanto me ensina…

Pais&Filhos TV