Bebês

Bebês gigantes? As cesáreas podem estar deixando as crianças maiores

De acordo com um novo estudo, o procedimento está relacionado com o peso do recém-nascido

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Shutterstock)

(Foto: Shutterstock)

O parto dos seres humanos é o mais complicado de todas as espécies! Isso porque, além de sermos bípedes, os bebês são maiores do que o canal pélvico da mulher. Um estudo publicado pela revista norte-americana Pnas nesta semana, divulgou que essa diferença de tamanhos está ainda maior por causa das cesáreas.

De acordo com o estudo, a desproporção do canal pélvico para o tamanho do bebê aumentou entre 10% e 20% nos últimos anos e isso pode estar diretamente relacionado ao aumento do número de partos realizados com cesarianas.

Isso acontece porque o procedimento tem funcionado como um seletor natural da incompatibilidade entre mãe e bebê. Ou seja, se antigamente as crianças grandes demais não conseguiam nascer de parto normal e acabavam falecendo, hoje em dia esse problema não existe mais.

Anúncio

FECHAR

Entretanto, essa incompatibilidade deixa os especialistas curiosos. “É intrigante pensar por que o canal pélvico não evoluiu para ser mais amplo e reduzir as taxas de obstrução de trabalho de parto”, dizem os pesquisadores no artigo.

Leia também:

Atenção, grávidas: novas regras para parto normal e cesárea 

7 coisas que você precisa saber antes de fazer uma cesárea

Conheça 7 dicas de planejamento para um pós-parto mais calmo

Pais&Filhos TV