Família

Semana Mundial do Aleitamento Materno defende que a mulher possa amamentar sem julgamentos

Getty Images
Getty Images

Publicado em 31/07/2019, às 17h06 - Atualizado em 30/01/2020, às 19h22 por Jennifer Detlinger, Editora-chefe | Filha de Lucila e Paulo


(Foto: Getty Images)

Amamentar vai além de apenas dar o leite ao bebê. É um ato de amor, proteção e carinho, que faz toda diferença no desenvolvimento da criança ao longo da vida. A Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM) de 2019 chega com o tema “Capacite os pais e permita a amamentação, agora e no futuro!”. Celebrada por mais de 120 países, ela acontece de 1º a 7 de agosto para relembrar a importância da lactação. 

Segundo a WABA, aliança global pela amamentação que coordena a campanha da semana, o tema deste ano defende a inclusão de todos os tipos de família que existem hoje, independentemente de gênero e orientação sexual. A ideia também é reforçar que o aleitamento não deve ser responsabilidade somente da mãe, mas também do pai, parceiro, parceira e todas as outras pessoas que formam a rede de apoio da mulher. 

(Foto: iStock)

Estabelecida pela OMS e a UNICEF em 1992, a criação da semana veio para defender o direito da mulher em amamentar de forma segura e com o respeito da sociedade como um todo, sem constrangimentos ou julgamentos. Estes dias foram definidos com base na Declaração de Innocenti, assinada em 1º de agosto de 1990. A ideia do documento é traçar objetivos para reduzir a mortalidade infantil – todos ligados à amamentação:

– Estabelecer um comitê internacional para coordenar as ações voltadas à amamentação;

– Implementar a lista “10 passos para o sucesso da amamentação” em todas as maternidades dos países participantes;

– Executar o Código Internacional de Comercialização dos Substitutos do Leite Materno;

– Adotar uma legislação que promova a proteção da mulher na amamentação no trabalho.

(Foto: Getty Images)

10 passos para o sucesso da amamentação

Presente em todas as maternidades que seguem a Semana Mundial do Aleitamento Materno, a lista mostra os itens necessários para facilitar e ajudar no sucesso da amamentação:

– Ter uma norma escrita sobre o aleitamento materno e repassá-la rotineiramente a toda a equipe do serviço da maternidade;

– Promover treinamentos para toda a equipe, de modo que todos estejam capacitados para implementar as normas de amamentação;

– Informar todas as gestantes sobre as vantagens da amamentação e como ela deve ser feita;

– Auxiliar as mães a iniciar a amamentação na primeira hora de vida do bebê;

– Mesmo em casos em que as mães estejam separadas de seus filhos, mostrar a elas como manter a lactação e a amamentação;

– Dar somente leite materno como alimento ao recém-nascido;

(Foto: Getty Images)

– Permitir e possibilitar que mãe e bebês fiquem juntos 24 horas por dia após o parto;

– Incentivar as mães a realizar amamentação em livre demanda (sem horários definidos);

– Instruir as mães a não darem bicos artificiais ou chupetas para os bebês;

– Encorajar as mães e buscarem grupos de apoio à amamentação.

A importância do leite materno 

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, para as crianças de até 6 meses de idade, o leite materno é um alimento tão completo que já tem a quantidade necessária de água para manter o bebê bem hidratado. 

“Existem pesquisas que mostram que amamentar com leite materno faz com que as crianças tenham mais pontos de QI, maior desenvolvimento emocional e imunológico. Além disso, ele beneficia o trato gastrointestinal, a cavidade oral, é capaz de prevenir alergias e outras doenças, como a obesidade e o diabetes”, ressalta Eneida Souza, consultora em aleitamento materno pela Universidade da Califórnia, mãe de Júlia, Beatriz e Daniel.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) orienta que o leite materno seja ofertado de forma exclusiva até o sexto mês de vida e, de maneira complementar, até os 2 anos de idade. Nós acreditamos que a experiência dealeitamento precisa ser bom para a mãe e para o filho. Não importa o jeito, desde que seja o seu.

Leia também:Tudo sobre amamentação: as 17 maiores dúvidas das mães

10 dúvidas que toda mãe tem sobre amamentação (e nós respondemos todas!)

Estudo da OMS prova que amamentação exclusiva diminui risco de obesidade infantil no futuro


Palavras-chave

Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

(Foto: reprodução/Instagram)

Família

Lore Improta mostra evolução da barriga e avisa: "Tem mais neném chegando"

Ticiane Pinheiro e família - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Ticiane Pinheiro fala sobre gravidez e chegada de segundo filho com César Tralli

Menina morre em tubulação de piscina - (Foto: Reprodução)

Família

Menina de 8 anos é encontrada morta em tubulação de piscina em hotel luxuoso

Sabrina Sato compartilha momentos da viagem para Paris com Zoe, Nicolas Prattes e família do ator - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Sabrina Sato se declara para Nicolas Prattes após Duda Nagle anunciar separação

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar