Recém-Nascido

Enroladinhos: os benefícios do cueiro

Fizemos uma seleção de vários tipos dessa roupinha especialmente para seu bebê recém-nascido

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Os bebês recém-nascidos chegam a nos deixar ansiosas. Eles são tão pequenininhos, acabaram de nascer, são frágeis e dependem de nós para tudo. Quanto mais nos sentirmos seguras, melhor. Por isso, o cueiro pode ajudar bastante na hora de colocar para dormir os bebês mais agitados. Além de deixar o corpinho seguro, controla a ansiedade, porque embrulha como um abraço de mãe. Claro, se você não quiser, não precisa se preocupar em comprar mais um item para o enxoval. Mas é uma roupinha que só os recém-nascidos usam e, além do conforto, deixam a criança mais calma.

Alguns pediatras chegam a recomendar o cuero apenas por algumas noites, para a criança se acostumar a dormir fora do útero da mãe. Alguns pais compram o cueiro depois que o filho nasceu, se ele tem dificuldade para dormir e se mexe muito durante a noite. Aí é só você observar seu filho. O ideal é que ele não fique no cueiro o tempo todo, criança também precisa de liberdade para se movimentar e descobrir o mundo a sua volta. Mas pode embalar o sono do seu filho com mais tranquilidade. E deixar o seu sono um pouco mais tranquilo também. Além disso, se a criança estiver dormindo, é um jeito gostoso e fácil de carregá-la, já que o recém-nascido tem o corpo todo molinho.

Anúncio

FECHAR

Por que usar:

  • Apesar de não ser fundamental, pode ajudar a criança mais agitada a dormir melhor. Além disso, são muito lindos, especialmente para os recém-nascidos.
  • O bebê também precisa dormir bem, e o cueiro imita o abraço, o que deixa a criança com sensação de conforto, aconchego e proteção.