Engravidar

Saiba a idade ideal para ter filho, para homens e mulheres

Médicos já congelam espermatozoides para evitar problemas associados a idade

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

idade ideal para ter filhos para homens e mulheres

O relógio biológico não bate apenas para as mulheres. Novos estudos mostram que os homens também não devem esperar para se tornarem pais, sob pena de ter dificuldade de engravidar a companheira ou ter filhos mais propensos a desenvolver problemas.

Confira a data ideal para engravidar com a nossa Calculadora de Fertilidade

Anúncio

FECHAR

No caso dos homens, a idade ideal para engravidar é até os 35 anos. A taxa de fertilidade masculina começa a cair a partir dos 50 anos de idade e, aos 65 anos, ela cai cerca de 35%.

Já no caso das mulheres, aos 25 anos a taxa começa a cair cerca de 20% ao mês e, após os 40, a chance de engravidar chega a 1% por mês. Segundo o especialista em reprodução assistida Dr. Paulo Gallo, pai de Breno e Paulo Jr., o ideal é engravidar entre os 25 e os 35 anos.

Pesquisadores descobriram recentemente que, quanto mais velho for o homem na hora de ser pai, mais arriscado é para a criança. Apesar de os resultados ainda serem iniciais e precisarem de mais confirmações, estudo recente mostra que a idade do pai interfere no risco de autismo e esquizofrenia devido a mutações genéticas.

Como as famílias estão tendo bebês cada vez mais tarde, já que homens e mulheres preferem estar estabilizados na profissão antes de casar, uma opção para impedir que as mutações genéticas interfiram no desenvolvimento dos bebês é o congelamento de óvulos e espermatozoides.

Segundo o Dr. Paulo Gallo, o procedimento custa em torno de R$ 1.200 para os homens, com um valor anual de cerca de R$ 800 para manter o congelamento . E entre R$ 4.000 e R$ 5.000 para as mulheres. Para as mulheres, o processo é mais complexo, pois envolve medicação, mas pode valer a pena para garantir uma gravidez em idade mais tardia, preservando a qualidade do embrião, já que os óvulos envelhecem dentro do organismo.

Segundo o Dr. Paulo, a idade dos pais não interfere na qualidade do embrião ou do feto, mas pode interferir na saúde da criança após o nascimento. Ainda são necessárias novas pesquisas para saber se existem outras complicações ligadas à idade dos pais.

Consultoria: Dr. Paulo Gallo, pai de Breno e Paulo Jr., diretor-médico do Vida – Centro de Fertilidade da Rede D’Or.