Família

Mãe conta como aprendeu a conciliar trabalho, filhos e alimentação saudável

criancaorganico - Foto: Arquivo pessoal/Divulgação
Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Publicado em 09/06/2018, às 05h43 - Atualizado em 30/01/2020, às 19h29 por Redação Pais&Filhos


criancaorganico

Fernanda Summa queria mais tempo com o filho, melhorar a alimentação da família e um novo rumo profissional. Foi aí que ela criou o delivery [Eu] Orgânico e o curso Cozinha da Terra e se deu bem. Veja o relato dela:

“Conciliar a vida pessoal com a profissional sempre foi um desafio para mim. Mesmo antes da graduação em Publicidade, eu já trabalhava em ritmo frenético. A maternidade foi adiada muitas vezes e, quando decidi engravidar, não consegui. Depois de quatro anos, duas cirurgias e muitas tentativas, enfim o Pedro nos escolheu. Meu filho nasceu em 2010 e eu voltei ao trabalho depois de 6 meses de licença. Os 5 anos seguintes foram marcados por um misto de impotência e frustração.

Eu queria, mas não podia, participar mais ativamente na criação do Pepê. Quantas vezes cheguei em casa só para o tempo do banho, do leitinho, da leitura e da cama? Ser mãe não se resume a isso. Algo precisava mudar, e o universo se encarregou disso: depois de 20 anos no mercado, fui demitida. Cerca de um mês depois, já começava a esboçar a [Eu] Orgânico.

Tudo começou quando decidi que queria diversificar e melhorar a alimentação da família, especialmente a do Pedro, que tinha muitas restrições. Tive que ir a três supermercados para encontrar os alimentos orgânicos que precisava. Percebi um problema a ser solucionado: além de um mix limitado, o tempo para as compras é bem escasso para pais que trabalham fora.

Estabelecido o conceito e o posicionamento — facilitar o acesso aos orgânicos — comecei a fazer entregas para um grupo de amigos. Foi dentro de um grupo no Facebook, o Dots, que comecei a trabalhar somente pelo boca a boca. Fui estruturando o negócio, até que em novembro nasceu o site para atender à crescente demanda. Outras parcerias surgiram, como a cocriação da Cozinha da terra: uma série de cursos que visam estimular o ato de cozinhar apenas com os ingredientes de cada estação.

Esse processo de mudança levou cerca de dois anos. Não foi fácil. No caminho muitos “abacaxis” para descascar. É preciso ter muita versatilidade para tomar várias pequenas decisões sozinha. O que sempre me motivou, e continua motivando, é a certeza de que não quero voltar atrás. A [Eu] Orgânico é mais do que uma empresa, é parte de mim. Hoje, os reflexos da mudança são enormes e positivos. Posso trabalhar em horários alternativos. Aprendi a cozinhar com a xepa da [Eu] Orgânico e a alimentação do Pedro é um milhão de vezes melhor: mais sortida, saudável e colorida. Outro dia, meu filho pediu para levar repolho para a escola. Eu perguntei: repolho? Tem certeza? Ao que ele respondeu. — Sim, um MONTE! Meu coração transbordou de felicidade — tão grande quanto o monte de repolho que desapareceu da lancheira.

Acreditem, a tal da felicidade é realmente relativa.”

euorgggggiiiiii
Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Leia também

Seu filho tem intestino preso? A solução pode estar na alimentação

Vale refletir: para mudar as águas, é preciso mudar seus pensamentos

Mãe também é gente! Você pode, sim, querer mudar o seu corpo após o parto


Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Pai de Davi - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Pai de Davi não concorda com posição do filho e decide ir morar com Mani

Imagem Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Família

Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Viih Tube fala sobre segundo e terceiro filhos - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Viih Tube revela gravidez de segundo e adoção de terceiro filhos com Eliezer

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Virginia Fonseca - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Virginia Fonseca toma atitude após Maria Alice empurrar Maria Flor: “Dói mais na gente”

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer