Pais

50 dicas para as mães não enlouquecerem com a rotina

Reunimos os melhores conselhos que vão fazer efeito na família inteira

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

dicas para você ser uma mãe melhor

Confiar em si mesma é um conselho importante (Foto: Shutterstock)

O site da revista norte-americana Parents listou 50 dicas para você praticar e conseguir lidar melhor com os desafios da maternidade. Elas vão ajudar na rotina da família inteira. Veja abaixo:

Estabeleça limites inteligentes

1. Assuma o comando. As crianças precisam de limites, que ajudam a compreender e gerir um mundo confuso para elas. Mostre seu amor colocando limites para que seus filhos possam explorar e descobrir as suas paixões com segurança.

Anúncio

FECHAR

2. Não corte as asas do seu filho. A função do seu pequeno na vida é ganhar independência. Então quando ele tiver capacidade de guardar os brinquedos sozinho, limpar o prato ou se vestir sozinho, deixe. Dar responsabilidades é bom para a autoestima.

Leia também

Vem aí o Seminário Internacional Mãe Também é Gente

Conheça os palestrantes do Seminário Mãe Também é Gente

Inscreva-se para o Seminário Internacional Mãe Também é Gente

3. Não tente consertar tudo. Dê a chance para que as crianças possam encontram suas próprias soluções.

4. Lembre-se de que disciplina não é punição. Impor limites é realmente ensinar como as crianças precisam se comportar no mundo.

5. Escolha suas batalhas. As crianças não conseguem absorver todas as regras. Não discuta sobre coisas pequenas como escolhas de moda, por exemplo a camiseta que ele quer usar. Foque nas coisas que realmente importam.

Crie seu próprio tempo de qualidade

6. Brinque com seus filhos. Deixe eles escolherem a atividade e não se preocupe com as regras. Apenas divirta-se.

7. Leia livros juntos todos os dias. Comece quando ele ainda for recém-nascido, pois os bebês adoram ouvir os sons de seus pais. Essa é uma experiência legal para vocês dois e que vai prepará-lo para gostar de ler no futuro.

8. Reserve um tempo especial no dia. Deixe seu filho escolher uma atividade para vocês fazerem juntos por 10 ou 15 minutos sem interrupção. É um ótimo jeito de demonstrar amor.

9. Encoraje tempo com o pai frequentemente e desde cedo.

10. Crie lembranças afetivas. Seu filho não vai se lembrar de muita coisa que você disser, mas vai se recordar dos rituais de família que vocês faziam juntos.

Veja 3 sinais de que você está se deixando em segundo plano

16 vezes em que você sabe que é mesmo mãe

10 desafios emocionais que toda mãe conhece

Seja um bom exemplo

11. Seja o modelo que seus filhos merecem. As crianças aprendem assistindo seus pais. Mostrar respeito e bom comportamento é melhor do que falar para eles fazerem.

12. Confesse seus erros. Essa é a melhor maneira de mostrar aos seus filhos quando e como eles devem se desculpar.

13. Tenha uma vida mais verde. Mostre para as crianças alguns jeitos simples de cuidar do meio ambiente. Desperdice menos, recicle mais, reutilize.

14. Diga sempre a verdade. É como você gostaria que as crianças se comportassem, certo?

15. Demonstre afeto por seu parceiro na frente das crianças. Seu relacionamento é o primeiro exemplo que seus filhos terão.

16. Respeite as diferenças. Você e seu companheiro devem se apoiar, mas entender que têm modos diferentes de pensar.

Saiba o melhor jeito de elogiar

17. Dê elogios apropriados. Em vez de dizer “Você é ótimo”, tente ser mais específico a respeito dos feedbacks positivos que seu filho precisa ouvir.

18. Comemore as coisas boas. Quando você notar que seu filho fez uma coisa boa ou prestativa, deixe ele saber como você se sente. É uma forma de reforçar o bom comportamento.

19. Espalhe para a família. O elogio pode ser mais efetivo quando seu filho ouvir você falando dele para o pai, a avó ou o avô.

Confie em si mesma

20. Dê um tempo. Pedir comida não te faz uma mãe ruim quando você estiver cansada demais para cozinhar.

21. Confie na sua intuição de mãe. Ninguém conhece seu filho melhor do que você.

22. Apenas diga “não”. Resista a obrigação de assumir obrigações extras no escritório, por exemplo. Você nunca vai se arrepender de passar mais tempo com seu filho.

23. Não aceite desrespeito. Nunca permita que seu filho seja rude ou diga coisas que possam ferir você ou outras pessoas. Se isso acontecer, seja firme e diga que não vai aceitar esse tipo de comportamento.

24. Passe o plano adiante. Mobilize outras pessoas que fazem parte da vida do seu filho para reforçar os valores e comportamentos que você quer passar.

atos simples que mudam a vida do seu filho

Explique para o seu filho sobre os valores mais importantes para você (Foto: Shutterstock)

Não se esqueça de ensinar habilidades sociais

25. Faça três perguntas sobre ele todos os dias. A arte da conversação é uma habilidade importante. Pergunte coisas como “O que você achou da escola hoje?”.

26. Ensine esse truque de coragem. Peça para eles sempre notarem a cor dos olhos de uma pessoa. Fazer contato visual vai fazer com que ele se sinta mais confiante.

27. Reconheça as emoções do seu filho. Quando um ataque de birra acabar, pergunte como ele está se sentindo e o que ele acha que poderia fazê-lo se sentir melhor. Escute-o. Ele vai se recuperar mais rápido.

Crie crianças gratas

28. Mostre como se tornar um cidadão responsável. Encontre maneiras de ajudar o próximo durante o ano inteiro.

29. Não crie uma criança mimada. Tenha esse pensamento em mente: Toda criança é um tesouro, mas nenhuma é o centro do universo.

30. Fale sobre o que significa ser uma boa pessoa. Comece cedo: quando ler histórias antes de dormir, pergunte quais são os bons e os maus personagens e por quê.

31. Explique por que valores são importantes. A resposta é simples: Quando você é gentil, generoso honesto e respeitoso, faz as pessoas ao seu redor se sentirem bem. E você se sente bem consigo.

32. Faça um círculo de gratidão todas as noites no jantar. Cada membro da família pode falar sobre todas as pessoas que foram gentis naquele dia. Pode soar sentimental, mas faz todo mundo se sentir bem.

Não se estresse no jantar

33. Sirva algo de novo. Se seu filho rejeitar um prato, não perca a esperança. Você pode ter que oferecer mais 10 vezes até que ele decida gostar.

34. Evite brigas. As crianças normalmente sabem o quanto precisam comer. Se elas se recusam a continuar comendo, pode ser que não estejam mais com fome.

35. Faça pelo menos uma refeição em família todos os dias. Sentar todo mundo junto é uma forma de se conectar como família. Falem sobre o dia e compartilhem as boas notícias.

36. Deixe eles escolherem. Uma vez por semana, permita que eles decidam o que querer comer no jantar.

Sempre diga “eu te amo”

37. Ame cada um igual ao outro, mas trate-os diferente. Eles são únicos.

38. Diga “eu te amo” sempre que sentir vontade. Mesmo que seja 743 vezes por dia. Não se pode mimar uma pessoa com palavras de carinho.

39. Lembre-se do que sua avó dizia. Os filhos não são seus, eles são “emprestados” por você apenas por um tempo.  Enquanto isso, faça o melhor para ajudá-los a serem boas pessoas.

40. Saboreie os momentos. Sim, a maternidade é o trabalho mais difícil do mundo. A casa está bagunçada, há uma pilha de roupa para lavar e alguém precisa andar com o cachorro. Mas seu filho acabou de rir, aproveite!

15 frases que todas as grávidas detestam ouvir

Existe vida além da maternidade!

Conheça 17 hábitos que as mães muito felizes têm

Incentive o raciocínio e atividades físicas

41. Ensine seu filho a se expressar. Só porque ele não fala, não significa que não tenha muita coisa a dizer. Sinais simples podem te ajudar a saber o que ele precisa.

42. Deixe a TV na sala. Estudos mostram que crianças com TV no quarto ganham mais peso, dormem menos e desenvolvem menos habilidades sociais.

43. Incentive-os na atividade física. Deixe seu filho andar em vez de pegá-lo sempre no colo e crie oportunidade para eles se exercitarem.

Conselhos saudáveis para os pais

44. Vacine seus filhos. Verifique se a carteira de vacinação está sempre em dia.

45. Proteja o sorriso. Incentive seu filho a escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia.

46. Vigie a segurança. Deixe sua casa à prova de bebês e não deixe seu filho pequeno sozinho. Tenha certeza de que o assento do carro está instalado corretamente e insista que seu filho use um capacete quando for andar de bicicleta.

47. Ouça o médico. Se o pediatra acha que seu filho está com febre por causa de uma infecção viral, não dê antibióticos. O melhor remédio, às vezes, é descansar e beber muito líquido.

48. Deixe o protetor solar sempre ao alcance. Aplique no seu filho todos os dias como parte da rotina matinal. Vai ficar natural como escovar os dentes.

49. Ponha seu filho na cama sonolento, mas ainda acordado. Isso ajuda seu filho a entender onde ele deve dormir e previne problemas com o sono mais pra frente.

50. Saiba quando tirar das fraldas. Procure por esses dois sinais de que seu filho está pronto para o penico: Ele percebe que quer fazer xixi ou cocô (é diferente de ver que ele já está sujo)  e pede para você trocar a fralda.

* Traduzido do site da revista norte-americana Parents.