Notícias

Possível caso de cura de HIV em bebê

Infectado no nascimento, testes indicam que criança estaria livre do vírus após tratamento

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Um bebê que nasceu com o vírus da AIDS pode estar livre da doença. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (5) em uma conferência sobre a síndrome em Boston, Estados Unidos. A menina, de Los Angeles, ainda está recebendo medicamentos antirretrovirais, mas os médicos já tratam este como um caso de “cura funcional”:  os exames indicam que a quantidade de vírus é tão baixa que o sistema imunológico do bebê já daria conta do controle por si só. 

Outros 60 bebês americanos e de outros países receberão uma terapia agressiva e, depois, deixarão de tomar os remédios por um período para avaliar se a infecção está ou não ativa. Os testes estão sendo coordenados pela especialista em doenças infecciosas Yvonne Bryson, da Mattel Children Hospital UCLA. 

Apesar de nos Estados Unidos as gestantes receberem um tratamento para que o feto não contraia o vírus, a mãe da criança afirmou que não estava tomando os medicamentos, por isso o bebê nasceu infectado. (Fonte: Agência de Notícias Associated Press) 

Anúncio

FECHAR

Cuidados no pré-natal e parto

No Brasil, toda gestante deve realizar o teste de HIV durante o pré-natal. Caso esteja infectada, é importante que a mulher inicie um tratamento imediato para evitar que o vírus seja transmitido para o feto, com a chamada transmissão vertical. Além disso, para não haver contaminação durante o parto, são realizadas cesáreas agendadas e, caso o bebê nasce prematuramente, são usados medicamentos que evitam o sangramento da mãe.

Após o nascimento, o bebê segue recebendo remédios durante as seis primeiras semanas de vida. Como o vírus também está presente no leite materno, a amamentação deve ser suspensa.