Notícias

Mãe voltou ao hospital 6 vezes antes de descobrir que não estava produzindo líquido amniótico

Rose Moody estava esperando seu primeiro filho quando sentiu uma dor incontrolável e foi ao médico várias vezes até descobrir o que estava acontecendo

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Archie e Rose 1

Rose Moody mora com o marido Chris na Inglaterra e nunca teve problemas para dormir, mesmo aos oito meses de gravidez. Depois de fazerem uma mudança de casa, em 2012, Rose sentiu pela primeira vez algumas dores enquanto dormia e imaginou que o bebê que estava esperando havia sentido o estresse da mudança. “No dia seguinte não senti mais nada, por isso resolvi ir ao médico ver o que estava acontecendo”, contou Rose, de acordo com informações do Daily Mail.

Na maternidade, ela passou por alguns exames, um deles é um ultrassom feito no abdômen da mãe que grava os batimentos cardíacos do bebê por 30 minutos, para checar todos os sinais vitais da criança. As enfermeiras disseram para Rose que tudo estava dentro do normal, mas ela não se sentiu tão segura assim. “Eu até senti alguns chutes, mas eles se tornaram bem menos frequentes do que o normal e eu comecei a sofrer de uma dor constante na barriga”, contou Rose ao tabloide.

Anúncio

FECHAR

Ela voltou diversas vezes ao hospital e as enfermeiras sempre diziam que os exames estavam dentro dos padrões. “Elas disseram que a dor era só por causa da pressão que o bebê estava fazendo”, conta Rose. Em sua sexta visita na maternidade em apenas duas semanas, a dor estava tão exorbitante que ela mal conseguia ficar em pé. Uma das atendentes percebeu que Rose estava passando mal na recepção e decidiu fazer novamente o ultrassom. “Ela olhou para a tela fixamente e ficou em silêncio”, lembra Rose.

Archie e Rose 3

Rose e Archie, hoje com 3 anos

O ultrassom revelou que não havia líquido amniótico – responsável por proteger contra choques mecânicos e térmicos e ajuda no desenvolvimento dos pulmões do bebê – dentro do útero de Rose, por isso ela deveria passar por uma cesárea o mais rápido possível. Na manhã seguinte seu filho, Archie, nasceu com 37 semanas de gravidez e 3kg. Por causa do que aconteceu, Archie agora tem alguns problemas de saúde, como refluxo, alergia ao leite de vaca e retardo no crescimento. “Eu olho para o Archie e mal posso acreditar quão perto eu estive de perdê-lo”, conta Rose.

Rose ainda passou por outra gravidez e deu a luz Miles. Hoje, Archie tem 3 anos e seu irmão mais novo, que nasceu completamente saudável, tem 1. A família está bem e ainda luta contra os problemas de saúde decorrentes da falta de diagnóstico correto enquanto Rose ainda estava esperando seu primeiro filho.

Archie e Rose 2

Archie ganhou um irmão, Miles, que nasceu super saudável