Notícias

Em depoimento emocionante, Claudia Raia fala sobre a criação dos filhos

A atriz diz que a leitura é um dos valores que uma mãe deve passar aos filhos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

raia

Em campanha do Itaú, “Isso Muda o Mundo”, a atriz, Claudia Raia, mãe de Sophia e Enzo, publica um texto emocionante sobre a importância da leitura para as crianças e diz como aplica esse valor na vida dos filhos. Leia o depoimento completo abaixo:

” Falar sobre educação é algo que me faz lembrar minha infância. O incentivo à leitura e envolvimento com as artes, fez parte do meu crescimento como pessoa.

Anúncio

FECHAR

Minha vida sempre foi permeada pela dança, envolvida com as artes em geral. Minha mãe, sempre me incentivou muito a ler sobre as mais variadas coisas, como artes, danças, pinturas, músicas. Então, foi através desse incentivo, que eu fui lendo e me interessando cada vez mais. Aos poucos, eu lia sobre tudo que eu gostava. E aquilo me encantava.

Os pais devem inserir a leitura de uma forma delicada na vida da criança. Não como uma obrigação e sim como um prazer. A minha mãe sempre foi muito atenta com isso. Ela sempre gostou muito de ler e sempre nos incentivou, de uma forma que fez com que a gente se apaixonasse pela leitura. Acho isso muito importante para o crescimento e desenvolvimento intelectual das pessoas.

Na minha infância, por exemplo, o primeiro livro que eu li, foi Monteiro Lobato, incentivada pela minha mãe. Todas as obras dele são inesquecíveis. E eu passei a mesma coisa para os meus filhos. Os primeiros livros que eles leram também foram de Monteiro Lobato. E esse foi só o começo.

Leia também: 

6 problemas de comportamento do seu filho que você não deve ignorar

Veja os famosos que abriram o coração e falaram sobre a doença dos filhos

Como ajudar seu filho a superar a timidez

A escola que eu escolhi para os meus filhos estudarem, por exemplo, também incentiva muito a leitura na formação. Artes, artes cênicas e música. Tudo isso de uma forma muito bacana. Eles precisavam ler, praticamente, um livro por dia, por exemplo. E isso é muito importante. Esse incentivo, faz com que a pessoa aprenda a gostar da leitura. Você pratica tanto, que isso acaba virando um agradável hábito. E isso é muito bacana e importante.

E eu gosto de estar junto com eles nesse aprendizado. As histórias que eu contava para os meus filhos, quando eles eram pequenos, por exemplo. Eu sempre acabava indo para o lúdico. E o que era mais bonitinho, era que toda noite eu contava uma história para eles. Mas, nem sempre eu contava a história como ela era de verdade.

Eu ia aos poucos subvertendo a história. Eu ia contando outras coisas ao longo do conto. E a Sophia, minha filha, sempre me dizia “mamãe não mude a história, o autor escreveu assim, você não pode mudar a história”. Mas isso também é muito bacana. Incentivar a imaginação é uma das melhores formas de aprendizado.

Hoje, carregamos esse legado. O hábito da leitura, a afinidade com as artes como um todo, fazem parte da nossa rotina de uma forma muito natural. Trabalhar com isso me deixa ainda mais orgulhosa. Poder transmitir esses valores tão importantes para as pessoas, me deixa muito feliz. Afinal, ninguém nasce sabendo, a leitura é um hábito. Incentive o seu filho a criar este costume.