Notícias

A fórmula foi minha aliada

Cristina Diniz, mãe de Nina, contou com a ajuda da fórmula para conseguir amamentar de forma saudável a sua pequena

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Cristina Diniz mãe de Nina  participa da campanha Culpa,Não! O tema do mês de Junho é  “Não dou leite comum, dou fórmula”  se você também quiser participar siga a nossa página no Facebook e mande um depoimento sobre o tema do mês para giovanna@revistapaisefilhos.com.br

 

Quando tive a minha primeira filha, a Nina, hoje com 4 anos, eu não sabia nadinha sobre amamentar, apesar de ler vários livros que me recomendaram sobre posição do bebê, posição em que a mãe deve ficar, a boca da criança de tal maneira…Resumindo, não consegui fazer nada disso. Bonito na teoria, nada prático no dia a dia.

Anúncio

FECHAR

Cada mãe tem o seu jeito, a sua maneira de lidar ou encontrar a solução. Não tive a Nina em SP, fui pra Minas, pois lá eu teria a minha sogra por perto, que foi uma querida comigo, com tanta paciência, me ensinando alguns “truques” quanto a amamentação.

Bom, mesmo com toda a boa iniciativa, amor, atenção, concentração, meu bico do seio rachou, sangrou demais, não conseguia tirar nem com a “bombinha” o meu leite pra amamentar a minha filha.

Tive febre, fiquei ruim por dois dias e nesse período a Nina, chorava demais por fome e eu louca, sem poder ajudá-la naquele momento. Por recomendação da pediatra, começamos com a fórmula, o que me ajudou bastante na questão do bico do seio rachado. Continuei amamentando a Nina normalmente, apesar das dores constantes e quando ela completou 3 meses, meu leite secou por completo.

Depois disso não tive como escapar…a fórmula foi uma grande aliada e ajudou a  Nina a ganhar um pouco mais de peso e a dormir melhor na parte da noite. Não me arrependo em nenhum momento em ter introduzido a fórmula na alimentação da minha filha.

Hoje ela é uma criança extremamente saudável, continua tomando o leite normalmente, puro, sem nenhum adicional e desenvolvendo-se como qualquer outra criança.