Mais

Você já pensou em escrever para seu filho?

A publicitária, escritora e colunista de moda Cris Guerra coloca em seu blog posts escritos para seu filho Francisco, falando diretamente com ele

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Alguma vez você já pensou em escrever o que você sente para seus filhos? Seus medos, suas alegrias, suas inseguranças… Tudo isso faz parte da rotina de ser mãe, tanto quanto trocar as fraldas ou levar para a escola todos os dias. E quando seu filho finalmente crescer (aproveite, porque a infância passa rápido!), ele vai poder ler sobre como educá-lo foi uma missão para a vida toda, que você está cumprindo da melhor forma que pode.

Cris Guerra, publicitária, escritora e colunista de moda é também autora do blog “Hoje Vou Assim”, onde escreve frequentemente a coluna “Para Francisco”, falando diretamente com o filho, e usa o espaço para expressar suas alegrias e aflições. Cris passou por situações muito particulares: perdeu seu marido enquanto estava grávida de sete meses de Francisco e se viu diante de dois sentimentos opostos e simultâneos: a dor de perder um grande amor e a felicidade da chegada de outro grande amor.

Anúncio

FECHAR

“Sete anos, filho. E fui eu que nasci de novo. Se pegar você no colo se torna a cada dia mais difícil, o mesmo digo do amor que eu trago. Não cabe mais dentro de mim: agora sou eu quem vive nele. Obrigada por trazer o sol (e tantas outras coisas boas junto)” é um dos posts que Cris fez para o filho em 21 de março, aniversário de Francisco.

Pelo blog dá para notar: Cris continua fazendo o que ama, e usa a linguagem escrita e visual como sua maior aliada. Na maternidade, encontrou uma fonte de crescimento e transformação, como grande parte das mulheres encontra mesmo em situações diferentes. O blog virou livro com o mesmo nome e “Para Francisco” se transformou em uma maneira de Cris Guerra se comunicar não só com seu filho, mas com muitas mães que acompanham de perto sua trajetória.

Escrever para nosso filhos pode ser uma boa maneira de falarmos o que sentimos e que muitas vezes eles ainda não entendem, por serem apenas crianças. Para se inspirar, acesse o blog de Cria Guerra e leia alguns dos posts. São emocionantes!

Confira: