Mais

Não conseguiu amamentar por causa da pressão

Depois de uma semana, mãe consegue amamentar a filha prematura

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos


12/09/2012

Eliane Andrade, mãe de Maria Júlia.

“A minha filha é prematura e nasceu com 34 semanas, pois tive um problema de amadurecimento da placenta e tiveram que fazer uma cesárea de urgência. Quando ela nasceu estava abaixo do peso e precisou ficar na UTI por dois dias e após estes dois dias ficamos na Semi-UTI para que ela ganhasse peso. Tenho um outro filho que hoje está com 16 anos e ele mamou até 1 ano. Adoro amamentar, mas devido a  tanta pressão e tantas agonias, eu não tive leite nos primeiros dias e ela precisava mamar para ganhar peso e receber alta.Eu sabia a importância do meu leite para ela,mas nada. Não recebi muito incentivo do hospital onde estávamos, eles apenas me cobravam o leite para dar pra ela na seringa, eu espremia os seios,tomava litros e litros de água, suco, chás e nada de leite e enquanto isso a minha filha continuava perdendo peso. Minha família e os amigos me incentivaram e me auxiliaram, depois de uma semana ela começou a mamar e eu tive leite suficiente para que não precisasse mais de fórmulas. Foi a minha maior alegria vê-la ganhar peso de um dia para o outro e com 17 dias recebemos alta e apenas com o leite materno. Hoje ela está linda, no peso e tamanho adequado e ainda mama”.

Anúncio

FECHAR

Pais&Filhos TV