Gravidez

Por que estou tão distraída e esquecida durante a gravidez?

Seu cérebro também está mudando. Saiba como a gestação mexe com a sua cabeça

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

Seu corpo está passando por um monte de transformações rapidamente e isso não é difícil de perceber. Mas sua cabeça, além de viver mudanças psicológicas, que passa a abrigar as preocupações com o futuro membro da família, também sofre alterações biológicas e hormonais. Se você está esquecendo as coisas com mais frequência ou não tem mais a mesma concentração de antes, saiba que isso tem uma explicação.

É comum muitas grávidas reclamarem que se sentem mais distraídas, esquecidas e com a memória fraca durante a gestação. Mas será que isso tem algum fundamento científico?  Segundo Álvaro Pentagna, neurologista do Hospital e Maternidade São Luiz e pai de Helena e Paulo, existem fatores biológicos que contribuem sim para que isso aconteça. Mas, afinal, onde você deixou sua concentração?

Durante o primeiro trimestre da gestação é o aumento da progesterona o responsável pela elevação da sonolência. A elevação deste hormônio também pode ser responsável caso você esteja se sentindo mais irritada ou seu humor esteja oscilando com mais frequência.  

Anúncio

FECHAR

“No terceiro trimestre, a qualidade de sono da gestante piora muito. Com a barriga grande fica mais difícil encontrar uma posição confortável para dormir, além da respiração que fica mais difícil. Se for a primeira gravidez, há ainda mais ansiedade e preocupação”, explica Pentagna. Isso causa diminuição dos reflexos, sonolência, dificuldade de concentração e diminuição da fixação da memória.

Calma, tudo volta ao normal! Depois do parto, as alterações começam a regredir. Algumas delas, como a falta de concentração, podem demorar um pouco mais, por causa das noites mal dormidas com o bebê recém-nascido. Para essas ocasiões, lembretes na agenda e no celular podem ser valiosos.

 

Consultoria: Dr. Álvaro Pentagna, neurologista do Hospital e Maternidade São Luiz e pai de Helena e Paulo