Gravidez

Mãe dá à luz quadrigêmeos após quatro anos lutando contra infertilidade

Ashley deu à luz Wesley, Emma, ​​Leah e Nora - Reprodução/ TODAY Parents
Reprodução/ TODAY Parents

Publicado em 21/05/2022, às 14h47 por Luiza Fernandes, filha de Neila e Mauro


Ashley Crandell viveu um dos momento mais emocionantes de sua vida: o momento em que segurou os quadrigêmeos. E não apenas por ter dado à luz quatro bebês, mas também porque ela ficou 4 anos tentando engravidar naturalmente. Ela já era mãe de Isla, de 5 anos de idade.

Ao portal de TODAY Parents, Ashley descreveu a experiência de tentar engravidar. “Houve um ponto em que pensei que nunca poderíamos dar um irmão a Isla e fiquei arrasada. Eu sempre quis uma família grande. Tentei me manter positiva, mas, em certos momentos, pensei: ‘OK. Isso simplesmente não vai acontecer. Nossos corpos não estão funcionando'”.

Ashley foi diagnosticada com Síndrome do Ovário Policístico e o marido dela, Lance, tem baixa motilidade espermática. O casal tentou a fertilização in vitro (FIV) para ter filhos naturalmente, e passaram por diversos processos traumáticos neste período. Por causa disso, decidiram tentar a inseminação intrauterina (IUI).

Apenas uma semana após o procedimento, Lance e Ashley logo descobriram que estavam esperando a chegada de Wesley, Emma, ​​Leah e Nora. “Lembro-me de olhar para aqueles quatro batimentos cardíacos e pensar: ‘Devemos ficar animados ou aterrorizados?’. Decidi que poderíamos ser os dois ao mesmo tempo”.

Ashley deu à luz Wesley, Emma, ​​Leah e Nora (Foto: Reprodução/ TODAY Parents)

Os bebês precisaram ser diretamente encaminhados para UTI, e ficaram 10 semanas internados até que pudessem ser levados para casa. Ashley só pode pegar os filhos no colo após sete dias de nascimento e, por causa disso, não conseguiu segurar as lágrimas nesse momento.

“Vou começar a chorar só de pensar nisso”, disse Crandell, em entrevista a TODAY Parents. “Quando você está grávida de quadrigêmeos, é difícil imaginar que há quatro humanos lá. Eu os via em ultrassons toda semana, mas não é a mesma coisa. Então, quando eu os segurei, foi como: ‘Uau, esses são todos meus bebês. Todos eles me pertencem'”.

Por fim, se declarou para a nova família, “De alguma forma, fui presenteada com essa incrível bênção de ter todos esses quatro bebês perfeitos ao mesmo tempo. A única coisa que poderia ter melhorado o momento é se minha filha mais velha também estivesse lá”.


Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Wagner Moura com a esposa Sandra Delgado e o primogênito Bem - Reprodução/Caras

Família

Foto raríssima: Wagner Moura pousa com filho e esposa depois de ser premiado

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Gêmeas siamesas falam sobre relacionamento - (Foto: reprodução/TikTok)

Família

Gêmeas siamesas falam sobre relações íntimas após uma assumir namoro

Isis Valverde - (Foto: Reprodução/Instagram)

Gravidez

Isis Valverde posta foto grávida ao lado de amiga e faz declaração: "Alegria transborda"

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

A bartolinite é uma infecção que ocorre nos cistos de Bartholin, causando uma inflamação na região da vagina - Freepik

Família

Bartolinite: o que é a bola inchada na vagina e como tratar a infecção