Gravidez

Enjoo de grávida tem suas vantagens!

Sintomas incômodos da gravidez podem estar ligados a bebês mais saudáveis, diz estudo

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

ENJOO-DE-GRAVIDA_shutterstock_196182026

Um novo estudo feito por especialistas do Hospital for Sick Children, de Toronto, descobriu que as mulheres com sintomas de náuseas e vômitos durante a gravidez tiveram menos abortos espontâneos e deram à luz a bebês maiores e mais saudáveis ​​do que as mulheres sem os sintomas.

Os enjoos também foram associados a menor número de defeitos congênitos e melhor desenvolvimento de longo prazo para a criança, de acordo com o estudo, uma meta-análise publicada na edição de agosto da Reproductive Toxicology Journal.

Anúncio

FECHAR

Esse sintoma afeta 85% das mulheres grávidas e varia de leve a grave, segundo os pesquisadores. Ele acontece por causa do rápido aumento de gonadotrofina, um hormônio liberado pela placenta. Os altos níveis do hormônio e, possivelmente, outros hormônios ainda não identificados, podem contribuir para um ambiente de pré-natal mais favorável, disseram os pesquisadores.

Estudos menores haviam indicado anteriormente possíveis benefícios para o enjoo matinal. A última análise reuniu dados de 10 estudos separados que tinham sido realizados em cinco países, entre 1992 e 2012, com um número estimado de 850 mil mulheres grávidas. Eles examinaram a associação entre náuseas, vômitos, taxas de aborto, prematuridade, peso ao nascer, anomalias congênitas, como cardiopatias e fenda palatina e desenvolvimento da criança em longo prazo.

O risco de aborto espontâneo foi mais de três vezes maior em mulheres sem sintomas de náuseas e vômitos. Mulheres com 35 anos ou mais parecem ter se beneficiado mais com o “efeito protetor” associado a sintomas matinais, segundo o estudo.

Mulheres com os sintomas também tiveram menos nascimentos prematuros: 6,4% contra 9,5% para aqueles sem sintomas. O risco de defeitos congênitos foi reduzido entre 30% e 80% em recém-nascidos de mães com sintomas. Essas crianças, quando testadas anos mais tarde, também pontuaram mais em testes de QI, linguagem e comportamento.

“Tomar medicamentos para reduzir os sintomas de náuseas e vômitos não afeta os níveis hormonais da mulher e, portanto, não deve alterar quaisquer efeitos positivos associados com enjoo matinal”, disse Gideon Koren, diretor do Programa de Motherisk no Hospital for Sick Children e principal autor do relatório.