Família

Virginia Fonseca toma atitude após Maria Alice empurrar Maria Flor: “Dói mais na gente”

Virginia Fonseca - (Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Publicado em 22/04/2024, às 15h40 por Malu Lopes, Estagiária | Filha de Carmem e Single


Virgínia Fonseca fez um desabafo nos seus stories do Instagram nesta manhã de segunda-feira, 22 de abril, após precisar colocar a filha mais velha, Maria Alice, de castigo. A atitude da influenciadora aconteceu depois de um desentendimento entre as duas filhas. 

Família com mãe, pai e duas filhas posando para foto
(Foto: Reprodução/Instagram)

“Empurrou a irmã. Ela não está sabendo gerenciar as emoções dela, quando ela fica brava com alguma coisa. Maria Flor tinha natação agora e ela ia para aula. Ela não tem natação agora, a dela é de tarde. A Flô-Flô ia fazer natação e depois que a Flô-Flô terminasse a natação ela ia entrar. Ela não entendeu muito.” contou Virgínia, que privou Maria Alice de entrar na piscina como consequência.

A mãe das Marias relatou para os seus 46,5 milhões de seguidores que não lidou muito bem com a situação e acabou se entristecendo por ter que pôr a filha de castigo após a situação. “Eu odeio, porque castigo dói mais na gente do que na criança, né? Acredito que seja um processo e um desafio. Seguimos firmes e que Deus abençoe ", comentou a youtuber. 

Irmãs bebês posando para foto
Maria Alice e Maria Flor - (Foto: Reprodução/Instagram)

Dessa maneira, ela procura consolo com os seguidores, tendo em vista que muitas mães que sofrem também no processo de disciplina dos seus filhos, já que vê-los tristes ou desapontados também, afeta seus pais.  Afinal, o processo de disciplina não é nada fácil.

Castigo para educar: é bom ou ruim?

Ninguém discute que castigo é necessário, porque faz parte do processo de educar, mostrar o que é certo e errado, dar limites, orientar. Mas é preciso bom senso na hora de aplicar o castigo adequado a cada situação, porque ele só funciona se tiver uma conotação educativa e não punitiva simplesmente. Ou seja, ele deve estar diretamente ligado ao erro cometido. Sujou a parede? Limpa. Não adianta colocar a criança no tal cantinho do castigo pra pensar no que fez. Ela não vai pensar, porque nem compreende o sentido disso até os 6 anos. Portanto, isolá-la só serve mesmo para dar uns minutos de descanso para a mãe, segundo Betty Monteiro, mãe de Gabriela, Samuel, Tarsila e Francisco.

papel com desenho de rosto triste
É preciso bom senso na hora de aplicar o castigo adequado a cada situação (Foto: Getty Images)

O castigo é importante, sim, e funciona desde que tenha uma correspondência direta com o erro. Ele deve ser educativo e não punitivo. “A partir dos 3 anos, a criança já fica mais solta e tem percepção do que agrada ou não os pais. Antes disso, o “não “ é muito importante, porque é o primeiro organizador psíquico. Até os 4, 5 anos de idade, a criança é naturalmente oposicionista, em outras palavras, é do contra. Acha que é o centro do universo e as pessoas estão ali para servi-la”, explica Betty. Quantas vezes por dia seu filho diz “mãe, tô com fome”, “mãe, pega isso pra mim”, “mãe, vem aqui”?

Segundo a psicóloga, essa é uma característica egocêntrica, o que é bem diferente de ser egoísta. E aí os pais se confundem, rotulando o filho de egoísta por não querer dividir o brinquedo com um amigo, por exemplo. “Nunca se deve rotular a criança, porque o rótulo é pra sempre”, diz Betty.

Urso de pelúcia em canto para foto
O castigo pode funcionar desde que tenha uma correspondência direta com o erro - (Foto: Freepik)

O uso do “não”, no entanto, deveria ser menos banalizado. Há mães que dizem tantos, mas tantos, diariamente, que a criança nem dá mais importância. Diante de uma birra, uma boa alternativa é desviar o foco dela para outra atividade. “Mães que falam “não” demais acabam perdendo a autoridade. Ele precisa ser deixado para situações importantes, que não faltarão ao longo da infância e da vida adulta. Se o filho está mexendo na sua porcelana – que pra ele nada mais é do que um brinquedo –, tire o objeto de suas mãos, diga que é algo de que você gosta muito, que não quer que quebre e ponha em um lugar inacessível. Assim, você irá economizar muitos nãos inúteis.

Para saber mais sobre castigo para crianças, leia a matéria completa aqui.


Leia também

Família teve velório reservado em São Paulo - Arquivo pessoal

Família

Família mort4 pelo filho de 16 anos tem velório reservado em São Paulo

Adolescente seguiu a sua rotina depois de mat4r os pais - Reprodução/ Rede Globo

Família

Adolescente que m4tou os pais disse que foi para academia e almoçou ao lado do corpo

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Filho de Monique Evans não comparece ao casamento da mãe; entenda o motivo

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Família

Adolescente que m4tou a família não imaginava que seria pres0: "Ele tomou um susto"

Modelo apontada como mãe de filha de Neymar rebate notícia pela primeira vez - (Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez

Modelo que estaria grávida de Neymar quebra silêncio e fala pela primeira vez sobre boatos

(Foto: Silvio Avila/AFP)

Família

Doações para o Rio Grande do Sul: veja onde e como doar às vítimas de forma segura

Saiba o que dizer no Dia do Afilhado - (Foto: Getty Images)

Família

Dia do Afilhado: mensagens e frases para mostrar o quanto ele é especial