Família

Mulher carrega ‘bebê de pedra’ na barriga por 9 anos em caso raríssimo

A mulher descobriu que tinha perdido o bebê mas alegaram ‘bruxaria’ - Reprodução/ Getty Images
Reprodução/ Getty Images

Publicado em 09/03/2023, às 14h55 por Redação Pais&Filhos


Uma mulher carregou um ‘bebê de pedra’ por, ao menos, 9 anos e infelizmente, ela morreu de desnutrição grave. Acontece que esse ‘bebê ultra raro’ travou o intestino da mulher, fazendo com que ela não sobrevivesse.

A mulher era uma refugiada que saiu da República Democrática do Congo e chegou nos Estados Unidos com muitas dores no abdômen. Além disso, ela falou que estava com uma sensação de ‘borbulhamento no intestino’ após fazer as refeições.

Os médicos fizeram uma bateria de exames nela e descobriram que ela carregava um feto morto há muito tempo e que ele que bloqueava a parte de baixo do abdômen dela, fazendo uma pressão no intestino e causando essas dores na barriga. A notícia foi dada pelo jornal britânico The Mirror e chamou atenção da imprensa.

A refugiada disse que não iria querer realizar a cirurgia que os médicos falaram que ela deveria fazer e ainda apontou que alguém na Tanzânia tinha feito bruxaria e então, lançado um feitiço para ela.

Grávida triste
A mulher descobriu que tinha perdido o bebê mas alegaram ‘bruxaria’ (Foto: Reprodução/ Getty Images)

Acontece que ela tinha perdido um bebê há 9 anos e os médicos que ela passou na época, falaram que ela perdeu o bebê por ‘obras do mal’. Isso deixou a mulher preocupada, recusando qualquer tratamento desde então. Segundo o The Mirror, a mulher falou para os médicos que ‘não tinha medo de morrer’ quando recusou o tratamento após descobrir o diagnóstico.

Depois de 1 ano e 2 meses, a mulher faleceu por conta de desnutrição. Após a morte, foi apontado que o feto impediu que o intestino funcionasse, fazendo com que o organismo não desempenhasse as funções necessárias para a nutrição do corpo. Os médicos apontaram que nesse caso, a mulher faleceu por ‘desconfiança médica’.

Segundo o artigo de Journal Of The Royal Society Of Medicine, descobriu que somente 290 casos de litopedia foram registrados. Um dos últimos foi em 2013, em que um feto de 40 anos estava no corpo de uma aposentada. Acontece que a mulher de 82 anos estava com muita dor abdominal quando foi descoberto o feto.

O que é litopedia?

Esse é um tipo raro de gravidez ectópica, ou seja, que está ‘fora do lugar’, em uma posição ‘anormal’. Ela acontece quando o feto de um tipo de gravidez abdominal não reconhecida morre e se calcifica. Conhecida também como ‘bebê de pedra’, que em muitos casos, pode passar anos na barriga da pessoa.

Porém, como no caso citado acima, quando a pessoa tem um ‘bebê de pedra’, é necessário ir ao médico, afinal, a situação pode causar muitas complicações futuras. No entanto, esse caso só acontece em 0,0054% das gestações, sendo considerado muito raro.

Momento nostalgia: a gente tem um teste para você, mãe e pai!

Ver essa foto no Instagram

Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Samsung Galaxy S23 - Divulgação

Aparelho top

Ofertas do dia: até 43% de desconto no Samsung Galaxy S23

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Foto: Arquivo Pessoal

Família

Menino de 1 ano m0rre após caso de descaso médico: "Tentei esquentar o corpo do meu filho morto"

Isis Valverde e seu filho Rael - Foto: Reprodução/Instagram

Família

Isis Valverde faz desabafo emocionante: "Sei que não sou boa mãe"