Família

Mãe pega filho prematuro nos braços pela primeira vez após conhecê-lo por chamada de vídeo

Mãe pega o filho nos braços pela primeira vez após parto prematuro - Hospital Regional do Vale/Reprodução
Hospital Regional do Vale/Reprodução

Publicado em 29/07/2021, às 07h53 - Atualizado às 07h59 por Cecilia Malavolta, filha de Iêda e Afonso


Cristini de Andrade Griboski, de 29 anos, segurou pela primeira vez nos braços o filho recém-nascido após dar à luz. Desde o nascimento do bebê, chamado Cássio, Cristini só havia visto a criança através de uma chamada de vídeo porque estava contaminada com a covids-19. O encontro tão esperado aconteceu na última quarta-feira, 28 de julho, em Rio do Sul.

O pai de Cássio, Charles Jonas Griboski, também estava presente no momento do primeiro encontro entre mãe e filho. A reunião familiar durou cerca de uma hora e meia. O bebê, que nasceu em 21 de julho, esteve com a mãe apenas virtualmente e somente uma vez.

Os dois ainda estão internados. Cássio está na Unidade de Terapia Intensiva neonatal, enquanto Cristini se recupera da infecção viral em um quarto na enfermaria. O bebê só receberá alta do hospital após ganhar peso o suficiente. De acordo com informações do Hospital Regional do Vale, ainda não há previsão para que isso aconteça.

Mãe pega o filho nos braços pela primeira vez após parto prematuro (Foto: Hospital Regional do Vale/Reprodução)

Quem organizou o grande encontro entre mãe e filho foi o próprio hospital. Cristini se emocionou ao segurar Cássio nos braços pela primeira vez e interagiu muito com o menino, sempre ao lado de seu companheiro e pai do bebê.

Cristini foi internada em 3 de julho e precisou passar por uma cesárea em 21 de julho. Cássio nasceu prematuro, com 35 semanas e quatro dias e é o segundo filho do casal. No dia após o nascimento, ela chegou a conhecer o bebê por uma videochamada, mas o marido dela contou que Cristini não se lembrava de muita coisa por causa do efeito dos remédios.

Para que ela pudesse passar um pouco mais de tempo ao lado do filho, que segue internado na UTI neonatal, a equipe do hospital resolveu promover o encontro entre Cristina e Cássio. Foi no final do oitavo mês de gestação que o companheiro de Cristini foi diagnosticado com covid-19. Poucas horas delas, ela foi internada e os médicos decidiram realizar o parto dela.

“A equipe médica fez o parto para ela poder se recuperar [da Covid]. Ele estava bem e sendo acompanhado. Foi feito para ela poder lutar por ela mesma. Tanto é que à noite, no mesmo dia do parto, o respirador já foi retirado”, contou Charles em entrevista ao G1.

Cristini vê o filho pela primeira vez após o parto (Foto: Hospital Regional do Vale/Reprodução)

“Para nós, foi um baque grande, já que esperávamos o neném para o começo do mês que vem, e as coisas mudaram. Foi tudo bem mais rápido e mais complicado do que esperávamos. Mas estamos na expectativa de que, em alguns dias, todos estarão em casa”, disse o pai.


Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Mãe de Neymar apaga foto com o neto por polêmica com Biancardi - Reprodução/ Instagram

Família

Mãe de Neymar apaga foto com Davi Lucca depois de polêmica com Mavie e Bruna Biancardi

Samsung Galaxy S23 - Divulgação

Aparelho top

Ofertas do dia: até 43% de desconto no Samsung Galaxy S23

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

Foto: Arquivo Pessoal

Família

Menino de 1 ano m0rre após caso de descaso médico: "Tentei esquentar o corpo do meu filho morto"

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar