Família

Leia com a gente – Livro dos Avós

Participe do Clube do Livro e dê sua opinião sobre a obra deste mês

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Livro dos Avós – Na Casa dos Avós é Sempre Domingo?, de Lidia Aratangy e Leonardo Posternak
O pediatra e nosso colunista Leonardo Posternak e a terapeuta Lídia Aratangy falam do papel dos avós, aqueles que sabem como os pais foram quando criança. Os autores mencionam Reinações de Narizinho, para mostrar que as avós de hoje são diferentes.
Ed. Primavera Editorial (www.primaveraeditorial.com.br), R$ 46,40


Indicado por Larissa Purvinni, mãe de Carol, Duda e Babi, diretora de redação da Pais & Filhos
"Apesar de hoje os avós terem muitos outros interesses além dos netos, nossa vida seria imensamente mais difícil sem eles".

Anúncio

FECHAR

A lista completa:

  • Fadas no Divã , de Diana e Mário Corso, ed. Artmed
  • O Conflito – A Mulher e a Mãe, de Elisabeth Badinter, ed. Record
  • Me larga!, Separar-se para Crescer, de Marcel Rufo, ed. WMF Martins Fontes
  • Emílio, de Jean-Jacques Rosseau, ed. Martins
  • Quando Os Filhos Precisam dos Pais, de Françoise Dolto, ed. WMF Martins Fontes
  • Eu era uma Ótima Mãe Até Ter Filhos, de Trisha Ashworth e Amy Nobile, ed. Sextante
  • Sob Pressão – Criança Nenhuma Merece Superpais, de Carl Honoré, ed. Record
  • Como Sobreviver à Própria Família, de Moni Elkaim, ed. Integrare
  • Maternidade Tardia – Mulheres Profissionais Em Busca da Realização Plena, de Sylvia Hewlett, ed. Novo Século

Confira os comentários da diretora de redação da Pais & Filhos, Larissa Purvinni, mãe de Carol, Duda e Babi. A cada dia ela vai comentar um capítulo do livro.

[!page]

Um guia para avós, mas também para pais

Por Larissa Purvinni, mãe de Carol, Duda e Babi

Leonardo Posternak você provavelmente já conhece: idealizador do Instituto da Família, que forma pediatras preparados para cuidar da família, ele é nosso colunista e médico dos filhos de alguns de nós aqui na redação (quando tenho alguma dúvida muito cruel, corro sempre para ele atrás de uma segunda opinião).

Lidia Aratangy também é amiga da casa: psicoterapeuta experiente e nossa consultora constante em reportagens de comportamento.  Além do curriculum extenso, os dois têm em comum o fato de serem avós apaixonados. O livro abriu um campo antes praticamente inexplorado: o dos guias para avôs e avós (leia também Avós e Netos – Uma Forma Especial de Amar – Manual de Convivência, de outro avô-pediatra, Fabio Ancona Lopez, ed. Manole, recém-lançado).

“Onde a gente aprende a ser avô?”, perguntava o amigo aflito, depois de receber a notícia da primeira gravidez da filha. “Há tantos manuais para ensinar a lidar com os filhos, mas não encontrei nenhum que ensinasse um avô de primeira viagem a enfrentar os netos!” Assim começa este guia, a partir de uma pergunta que estimulou os autores a pesquisar. E, realmente, não havia nada em português sobre o tema. “Acreditamos que família precisa de família – e que esta se faz representar por mais de uma geração”, dizem na apresentação.

Para eles, o relacionamento dos avós com os netos reflete os vínculos entre os avós e os pais, e entre a avó e o avô. E aí é que a coisa pega… Se o relacionamento é difícil, como fica? Os autores também perceberam que, quando se fala de avós, se fala mesmo da avó e não do avô e da avó. Pensaram até em fazer um guia só para os homens, mas, como o vínculo com os netos passa quase sempre pela figura da avó, ficou complicado.

Os autores gostariam que o livro funcionasse como um avô, que discute questões e propõe respostas, levanta problemas e indica soluções. O objetivo é reduzir confrontos inúteis e diminuir a dor dos inevitáveis, nada mais essencial na vida.

Participe do nosso debate! Você está lendo o livro? Como é o relacionamento com os avós na sua família? O meu é um pouco complicado, devo confessar, embora tenha muito a agradecer. E o seu?

Pais&Filhos TV