Família

Jovem que estudou com livros que mãe achou no lixo é aprovada em medicina

A mãe de Débora é catadora - Reprodução/ Gazeta
Reprodução/ Gazeta

Publicado em 10/04/2022, às 13h20 por Luiza Fernandes, filha de Neila e Mauro


Débora Sousa se tornou o orgulho da família ao passar em medicina com livros que a mãe encontrava no lixo. A jovem mora na cidade de São Gabriel da Palha, no Espírito Santo, e passou em universidades na Bahia e no Espírito Santo. A mãe, Maria Miracena, ficava atenta durante as horas em que trabalhava como catadora.

“Meu coração está pulando de alegria. Saltando para fora. Eu estou muito emocionada”, disse Maria, para a Gazeta. “Vou ser a primeira paciente dela porque eu sou fã dela. Eu não tive essa oportunidade, e por isso que eu quis que ela tivesse essa oportunidade. Fiz de tudo e lutei para ela conseguir”.

A mãe de Débora é catadora
A mãe de Débora é catadora (Foto: Reprodução/ Gazeta)

Débora era estudante da rede pública, e tentou conciliar os estudos do Ensino Médio com a preparação para o Enem durante a pandemia da covid-19. Contudo, não conseguiu passar. Os pais de Débora chegaram a tirar dinheiro destinado para alimentação e compras para colocar crédito no celular que a vestibulanda usava para acompanhar aulas à distância durante a pandemia da covid-19.

“Tinha que conciliar os estudos do Enem com meu estudo na escola. E eu não consegui passar no primeiro ano. Depois que não passei na primeira vez, e no segundo ano eu comecei a trabalhar de meio período e fui estudar na parte da tarde. E aí estudava logo após chegar do trabalho até mais ou menos 23h”, relembra ainda Débora, também para a Gazeta.

Débora será a primeira médica da família
Débora será a primeira médica da família (Foto: Reprodução/ Gazeta)

A escola em que Débora estudou soube dos resultados, e está mobilizando uma vaquinha para mandá-la para uma universidade na Bahia – mais próxima de seu estado Natal. “A escola se mobilizou para ajudar a gente a fazer uma vaquinha. Tanto para a ida, porque eu preciso ir duas vezes para lá, tanto para ficar de vez, no modelo presencial de ensino. Apesar de lá ter auxílio de permanência estudantil, não é rápido, e eu tenho que estar lá estudando para isso. E eu preciso ter um dinheiro inicial para estar lá”, contou a futura médica.

E ainda completa, “Quero fazer cirurgia cardiovascular. Desde que vi uma cirurgia no coração, me apaixonei de verdade. Quero seguir isso para sempre. É um plano de vida”. Que exemplo de vida! Parabéns, Débora!


Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Graciele Lacerda fala sobre chegada de filho com Zezé di Camargo - Reprodução/Instagram

Família

Graciele Lacerda fala sobre chegada de filho com Zezé di Camargo

Foto: Reprodução/ Instagram

Bebês

Fernanda Paes Leme recusa visitas após o nascimento da filha: "Não consigo e não quero"

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Os nomes japoneses femininos são lindos, fortes e possuem significados encantadores - Getty Images

Bebês

Nomes japoneses femininos: 304 opções lindas para você conhecer

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

A bartolinite é uma infecção que ocorre nos cistos de Bartholin, causando uma inflamação na região da vagina - Freepik

Família

Bartolinite: o que é a bola inchada na vagina e como tratar a infecção