Família

Homem armado ameaça professoras da filha por não receber lembrança de Dia dos Pais

Um homem entrou armado na última quarta-feira (16) em uma escola municipal localizada em Ribeirão Preto, interior de São Paulo - Freepik
Freepik

Publicado em 21/08/2023, às 10h47 por Sophia Dolores, filha de Lucineia e Nilo Júnior


O pai de uma aluna entrou armado em uma escola municipal de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo e ameaçou professoras, a quem acusou de suposta doutrinação e de promover “ideologia de gênero”, por não terem preparado lembrancinha em homenagem ao Dia dos Pais, que aconteceu no último dia 13 de agosto.

Um homem entrou armado na última quarta-feira (16) em uma escola municipal localizada em Ribeirão Preto, interior de São Paulo (Foto: Freepik)

O empresário disse que queria entender qual é concepção que a escola tem de família por não ter feito um presente para os pais. Ele ainda questionou o motivo de a escola ter encaminhado uma tarefa para casa na qual era debatido o papel da mulher no trabalho, no lazer e na sociedade.

O caso aconteceu na tarde da última quarta-feira, 16 de agosto, e a direção da unidade registrou um boletim de ocorrência contra o pai da aluna por orientação da Secretaria Municipal de Educação. Segundo o boletim de ocorrência, o homem chegou à escola por volta das 13h e foi até a sala dos professores, onde as docentes estavam almoçando. Ele estava acompanhado da mulher.

O pai teria questionado o porquê dos trabalhos escolares abordarem assuntos como “mulher e sociedade”, o que chamou de “doutrinação” (Foto: Freepik)

O homem é pai de uma aluna do 1º ano do ensino fundamental da unidade e chegou à escola “um pouco alterado”, segundo o boletim de ocorrência —a reportagem não divulga o nome dele para preservar a identidade da criança. Ao entrar na sala dos professores, passou a questionar uma atividade que teria sido proposta aos alunos e disse que o conteúdo teria “caráter doutrinador e ideológico”.

Em seguida, ainda segundo o registro policial, o homem sacou uma arma, que estava em sua cintura, e apontou para as professoras. Ele ainda disse que, “se elas não estavam ensinando nada errado, não era para ter medo”, conforme relatou a direção da escola à polícia.

O homem teria sacado uma arma e dito às professoras que não “precisavam ter medo se não estivessem ensinando nada de errado (Foto: Freepik)

O homem teria ainda perguntado qual era o material didático usado na escola e quem teria autorizado a utilização dele. As professoras explicaram que os livros fazem parte do PNLD (Programa Nacional do Livro Didático) e foram comprados pelo Ministério da Educação ainda durante a gestão Jair Bolsonaro (PL). Após a explicação, a mulher pediu para que ele guardasse a arma e eles foram embora da unidade, ameaçando retornar no dia seguinte.

O homem ainda confirmou que estava armado quando entrou na escola e disse que sempre anda com a arma porque trabalha em um comércio. Afirmou ainda que é CAC (caçadores, atiradores e colecionadores) e tem registro da arma. O decreto de armas, em vigência no país, não permite que CAC’s circulem livremente com as armas. Elas só podem ser transportadas do local de guarda até o clube de tiro ou de caça.

A direção da escola registrou um boletim de ocorrência e o caso está sob responsabilidade da Polícia Civil do Estado (Foto: Reprodução/ EPTV)

A equipe da escola enviou uma carta de esclarecimento aos pais, nesta última sexta-feira, 18 de agosto, e disse que esse tipo de atitude é uma “afronta contra toda a comunidade escolar. É uma ameaça contra cada estudante, pai, docente, funcionário e toda a sociedade”. Eles também informaram que as aulas da próxima segunda-feira (21) estão suspensas para que a equipe possa promover um “momento de debate e reflexão” para pensar em estratégias para combater a violência escolar.

Em nota, a Secretaria de Educação de Ribeirão Preto disse que “repudia quaisquer atos de violência e a ameaça de um pai aos nossos professores, dentro de uma escola, é inaceitável.” A pasta informou que o boletim de ocorrência foi registrado no mesmo dia da ameaça e que o caso será investigado pela Polícia Civil. A Folha tentou contato com o 2º DP de Ribeirão Preto, que é responsável pela investigação, mas ainda não obteve resposta.


Leia também

Wanessa Camargo - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Wanessa Camargo muda de opinião sobre Davi e surpreende seguidores: "Nunca duvide"

Gêmeas siamesas falam sobre relacionamento - (Foto: reprodução/TikTok)

Família

Gêmeas siamesas falam sobre relações íntimas após uma assumir namoro

Anna Jatobá retira sobrenome do ex-marido depois do fim do relacionamento - (Foto: Divulgação)

Família

Anna Jatobá e filhos excluem sobrenome de Alexandre Nardoni após separação

Fernando Sastre, dono de porsche que matou motorista - (Foto: Reprodução)

Família

Dono de Porsche sugere dar 1 salário mínimo todo mês para família de vítima

Mãe e filha - (Foto: Reprodução/Freepik)

Família

Mãe diz que se arrependeu de adotar filha após conseguir engravidar: "Nunca senti que ela era minha"

Casal e bebê - (Foto: Reprodução/Freepik)

Bebês

Casal coloca bebê de 3 meses para adoção por estar "ocupados demais com o trabalho"

Mica Rocha anuncia nascimento do terceiro filho, Henrique - Reprodução/Instagram

Família

Nasceu! Mica Rocha anuncia chegada do terceiro filho após complicação no pós-parto: “Eternamente grata”

Fernanda, do BBB 24, já foi presa no Rio de Janeiro - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Prisão de Fernanda do BBB vem à tona depois de fala polêmica sobre os filhos