Família

Família que mantinha empregada doméstica em condição de ‘escravidão‘ é condenada

Yolanda foi mantida por 50 anos trabalhando na casa de família como doméstica - Reprodução/ TV Tribuna
Reprodução/ TV Tribuna

Publicado em 02/05/2022, às 18h57 por Redação Pais&Filhos


A família que manteve uma idosa em situação análoga à escravidão por 50 anos foi condenada a pagar R$ 670 mil para a vítima, hoje com 89 anos. A decisão foi tomada pela Vara de Santos do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo [TRT-SP] e foi oficializada na última terça-feira (26). Conforme apurado pelo g1, do valor citado, R$ 500 mil se referem à indenização por danos morais.

A família que tratava a doméstica em situação análoga à escravidão por 54 anos, foi condenada a pagar R$670 mil para a mulher, que hoje tem 89 anos. A decisão da indenização foi tomada na Vara de Santos do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo e oficializada na terça-feira, 26 de abril. Segundo informações do G1, o valor de R$500 mil é ligado a indenização por danos morais.

Yolanda foi mantida por 50 anos trabalhando na casa de família como doméstica
Yolanda foi mantida por 50 anos trabalhando na casa de família como doméstica (Foto: Reprodução/ TV Tribuna)

Yolanda Ferreira foi mantida em Santos no litoral de São Paulo, sem folgas, sem salário e sob abusos físicos e verbais. A história só parou na mídia em 2022, após o Ministério Público do Trabalho pedir que a justiça reconhecesse as condições que a mulher foi submetida no trabalho de 1970 até 2020. Segundo a decisão da Vara, a família pagará uma pensão no valor de R$1.212 reais, plano de saúde e multa diária de R$200 reais.

Sobre o caso

Segundo o órgão, a idosa, de 89 anos, foi admitida nos anos 70 como empregada doméstica, para trabalhar na casa de uma mulher em Santos. A vítima, que é negra, contou à Justiça que perdeu sua carteira de identidade (RG) ainda naquela época, e que foi “contratada” após a promessa de que os patrões a ajudariam a providenciar uma nova.

Com os anos, a situação de saúde da empregada domésticapiorou, e a violência física e psicológica se intensificou. As filhas da patroa proferiram xingamentos e humilhações constantes aos gritos contra ela, que relatou ter sofrido, também, agressões físicas, como “tapas e socos”.

Na ação, o MPT requer liminar para arresto do imóvel em que a vítima era mantida, e também o bloqueio de bens móveis e imóveis, veículos e ativos dos réus no valor de R$1 milhão. Também pede a confirmação de que submeteram a trabalhadora à situação de trabalho análogo ao escravo, e que sejam, por isso, condenados ao pagamento de danos morais coletivos não inferior a R$ 1 milhão.


Leia também

Modelo apontada como mãe de filha de Neymar rebate notícia pela primeira vez - (Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez

Modelo que estaria grávida de Neymar quebra silêncio e fala pela primeira vez sobre boatos

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Heloisy Oliveira e Micael Borges - Reprodução: Instagram

Família

Micael Borges elogia a esposa após Lívia Andrade insinuar traição no Domingão com Huck

Ticiane não foi ao aniversário de Vicky - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Ana Paula Siebert explica o motivo de Ticiane Pinheiro não ir ao aniversário de sua filha

Maria Alice diverte Virginia ao ver irmão mexendo na barriga - Foto: Reprodução/Instagram

Família

Virginia cancela festa de Maria Alice após doença: "Já tinha programado tudo"

Angélica fala sobre abrir relacionamento com Luciano Huck - Reprodução/ Instagram

Família

Angélica fala sobre abrir relacionamento com Luciano Huck

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

Sorocaba fala nome de um dos gêmeos e leva bronca - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Sorocaba deixa escapar o nome de um dos gêmeos e leva bronca da esposa