Família

Dignidade Íntima: SP lança programa para combater pobreza menstrual nas escolas da rede estadual

A pobreza menstrual impacta na vida escolar de diversas meninas ao redor do mundo - Shutterstock
Shutterstock

Publicado em 14/06/2021, às 17h20 por Cinthia Jardim, filha de Luzinete e Marco


Nesta segunda-feira, 14 de junho, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) realizou uma cerimônia de apresentação para anunciar o programa Dignidade Íntima, que tem o objetivo de investir R$ 30 milhões para comprar produtos de higiene menstrual nas escolas da rede estadual. O dinheiro será disponibilizado pele Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE-SP), beneficiando, principalmente, alunas que estão em situação de vulnerabilidade econômica e social.

“Nós temos razões de sobra para respeitar as mulheres, as meninas, as alunas e os direitos que elas possuem. Não pode ser a pobreza, o distanciamento, a vulnerabilidade a limitar a oportunidade de vida, principalmente na escola. As professoras e diretoras sabem quem precisa ou não precisa de absorventes. E as que precisam, agora terão”, disse o governador João Doria na cerimônia de apresentação do projeto.

Segundo uma pesquisa realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU), é estimado que 1 a cada 10 meninas no mundo sofram com o impacto da pobreza menstrual durante a vida escolar. No Brasil, esse número é de 1 em cada 4. Em 2014, o direito à higiene menstrual como uma questão de direito humano e à saúde pública foi reconhecido pela ONU.

A pobreza menstrual impacta na vida escolar de diversas meninas ao redor do mundo (Foto: Shutterstock)

“As alunas perdem até 45 dias de aula por causa do período menstrual. É um tema que precisa ser tratado com todo o cuidado para que essas alunas não sejam expostas”, comentou o Secretário de Estado da Educação Rossieli Soares.

Além disso, Rossieli disse que: “O assunto deve ser tratado com carinho para não expor nossas alunas e abordar o tema com atenção. Todos na escola devem estar preparados. A menina vai pedir ajuda para quem tem confiança, por isso é importante o apoio de todos, homens e mulheres. Dignidade também se dá com um ambiente preparado”.

Atualmente, a rede estadual possui cerca de 1,6 milhão de alunas. Dessas, 1,3 milhão estão em idade menstrual, entre 10 e 18 anos. “Uma atitude tão simples como a compra de absorventes pode mudar a vida de meninas. As escolas que estiverem sensíveis ao tema poderão fazer a diferença na vida dessas meninas e também das educadoras e todas as mulheres que trabalham nas escolas. Todas nós merecemos ter condições dignas, física e psicologicamente, no nosso período menstrual”, diz Vivian Clara Marchiori, Diretora da Escola Estadual Capitão Deolindo de Oliveira Santos, em Ubatuba, no litoral norte.

A distribuição dos produtos irão garantir privacidade e cuidado, criando diversos canais de atendimento para as estudantes. Em julho deste ano, serão realizadas formações do Seduc-SP para a orientações dos profissionais de educação e equipes escolares.


Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Foto: Reprodução/ Instagram

Bebês

Fernanda Paes Leme recusa visitas após o nascimento da filha: "Não consigo e não quero"

Pai de Davi - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Pai de Davi não concorda com posição do filho e decide ir morar com Mani

Imagem Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Família

Pai de Henry Borel comemora nascimento de filha três anos após tragédia

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar

Grávida, Virginia revela que não pode ter relações íntimas com o marido, Zé Felipe - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Grávida, Virginia revela que não pode ter relações íntimas com o marido, Zé Felipe

Viih Tube fala sobre segundo e terceiro filhos - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Viih Tube revela gravidez de segundo e adoção de terceiro filhos com Eliezer