Família

Conheça os alimentos que você compra uma vez e replanta para sempre

Dá para economizar inclusive na hora de comer e sem restrições! Alguns itens do cardápio você pode ter sempre em pequenas hortas dentro de casa

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

shutterstock_142174750

Aquela cebolinha ou manjericão que você usa para temperar a comida do seu filho pode se tornar parte da casa. Muitos alimentos que compramos na feira ou no supermercado podem ser replantados em uma hortinha. E esta é mais uma atividade para fazer junto com as crianças – elas adoram brincar com a terra e a aproximação com o alimento pode ajudar, inclusive, na hora das refeições. O agrônomo e fundador da Universidade Orgânica, Fabio Morandi de Moraes, filho de Virginia e Heleno, listou cinco tipos de hortaliças que podem ser replantadas.

 

Anúncio

FECHAR

Couve  

A verdura produz em seu caule pequenas mudas que podem ser separadas da planta e replantadas em vasos, jardineiras ou até garrafas pet. O ponto ideal para coletar as mudas é quando atingirem de 10 a 15cm.

 

Cebolinha verde

Antes de comprar, veja quais têm pequenas raízes e escolha essas para plantar. Separe (os montinhos) e corte as folhas, deixando por volta de 10cm – essas serão suas mudas. Agora, é só plantar no solo adubado.

 

Hortelã  

Assim como a cebolinha, pode ser plantada com pequenos ramos de 10 a 15cm. É importante que esses raminhos tenham algumas folhas e que sejam cortados na diagonal.

 

Manjericão

Este delicioso tempero é fácil de ser plantado. Corte ramos mais novos com 10 a 15cm. Coloque a ponta dos raminhos em um copo de água e troque esta água todos os dias. Quando as raízes aparecerem, é hora de transferir para um vasinho.

 

Alecrim

Esta hortaliça também é fácil de plantar e você pode seguir os mesmos passos do manjericão, apenas elimine a parte de colocar na água. Corte os ramos em 20cm, tire o excesso de folhas da parte de baixo e plante. Para vasos e jardineiras, o ideal é não deixar que a planta receba luz direta por uma semana ou até que ela crie raízes.

 

Conservação

Para manter sua horta, veja quais os lugares que mais recebem luz do sol na sua casa, prefira vasos e jardineiras de PVC e barro, e cuide sempre da água – às vezes o excesso pode ser mais prejudicial do que a falta. Se a horta não estiver vingando, pode ser que o solo esteja sem nutrientes, por ataque de insetos ou porque a planta já está no final de seu ciclo. A couve, por exemplo, deve ser renovada em mais ou menos 120 dias, já a hortelã e o alecrim, quando plantados em pequenos vasos, devem ser podados e adubados continuamente.

Para deixar sua nova hortinha saudável e mais fértil, faça uma adubação, em média, a cada 30 dias.

 

Além de ser uma farra, cultivar uma horta vai ajudar seu filho a se tornar mais consciente sobre o meio ambiente, e o ajudará a entender passo a passo de onde vêm os alimentos e todo o processo pelo qual eles passam.