Família

Como economizar nas compras do mercado

Se você está tentando poupar, saiba que alguns gastos com comida são excessivos e podem ser evitados

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Você está com as finanças apertadas (e quem é que não está hoje em dia?) e precisa economizar urgentemente, mas não sabe por onde começar. Com a inflação e o custo de vida em alta fica mesmo difícil saber quais despesas você pode e consegue cortar. Que tal começar pelo mercado? Nada de passar fome, com as dicas a seguir você vai aprender a economizar nas compras do mês, sem deixar a geladeira vazia.

1. Defina um orçamento. Registre o total que você gastou com as compras do supermercado no último mês e tire 10% para o próximo mês. Se der certo, faça isso no mês seguinte até que você tenha um orçamento que realmente caiba no seu bolso.

2. Crie um plano com as refeições. Com trabalho e crianças, fica difícil pensar no cardápio da semana, mas tente fazer esse esforço. Esta estratégia ajuda a fazer com que você não compre muito além do que vai precisar.

Anúncio

FECHAR

3. Procure pelos itens mais baratos. Isso parece óbvio, mas não é tanto assim. Certas marcas ficam com menos destaque nas prateleiras e têm um valor bem abaixo daquelas que estão com uma melhor posição. Além disso, nunca é demais ver quais as ofertas do dia. Marcas próprias também costumam ser mais  em conta.

4. Programe as compras. Antes de sair entre no site do supermercado que pretende ir e veja quais as principais ofertas do dia e compare com a de outros supermercados próximos. Há dias da semana em que você poderá encontrar carne mais barata, em outros as frutas, legumes e verduras. Folhetos de ofertas também são úteis. Pechinchar e pedir para cobrir o preço da concorrência também vale.

5. Compare preços. Essa dica realmente merece sua atenção já que alguns produtos podem ter uma grande variação de preço de acordo com supermercado.

6. Descasque e corte você mesmo. Você provavelmente já viu aqueles pacotes com produtos como couve, cenoura ou repolho picadinhos e que são bem práticos. Mas eles trazem um valor por esse serviço, por isso, se a ideia é economizar, substitua-os pelos legumes ou verduras comuns e corte em casa, para guardar, basta colocar em um saquinho de congelar e tirar o ar da embalagem pressionando bem o pacote antes de fechar.