Família

Câncer de bexiga: como prevenir e reconhecer sintomas da doença que afeta Portiolli e Justus

Câncer de bexiga pode ser detectado precocemente e tratado - Pexels/Andrea Piacquadio
Pexels/Andrea Piacquadio

Publicado em 07/11/2022, às 14h31 por Jennifer Detlinger, Editora-chefe | Filha de Lucila e Paulo


Neste domingo, 7 de novembro, o apresentador e empresário Roberto Justus dividiu com seus seguidores que foi diagnosticado com câncer de bexiga. Apesar do momento delicado, Justus contou que já passou por uma cirurgia para a retirada do tumor maligno, detectado em um exame de rotina. Por ter sido encontrado precocemente, o empresário fará uma quimioterapia preventiva e lançou o alerta, principalmente para pessoas acima de 40 anos.

Além dele, o apresentador Celso Portiolli também recebeu o mesmo diagnóstico e segue em tratamento. Neste último fim de semana, Portiolli não pôde participar do Teleton pela primeira vez, pois estava internado devido à complicações do tratamento. Mesmo assim, o artista afirmou que sua saúde estava bem.

Câncer de bexiga pode ser detectado precocemente e tratado
Câncer de bexiga pode ser detectado precocemente e tratado (Foto: Pexels/Andrea Piacquadio)

Câncer de bexiga

O câncer de bexiga está em 10º lugar no ranking dos tipos de câncer de maior incidência no mundo. A doença, que é de 2 a 3 vezes mais comum em homens, também pode atingir mulheres e é mais comum em pessoas de 60 a 70 anos, mas pode ser detectado antes.  No entanto, ao ser diagnosticada precocemente, a condição ainda pode ser tratável.

Para detectar a doença, é necessário realização de exames de prevenção como de urina, ou de imagem, como tomografia, ultrassonografia ou ressonância magnética da região pélvica. “Caso haja presença de lesões suspeitas, estas serão confirmadas por um exame de Cistoscopia ou RTU e, por meio de um instrumento introduzido via uretra, são visualizadas as lesões que serão realizadas as biopsias para exame anatomopatológico e definição do tipo histológico do tumor e sua malignidade”, esclarece a oncologista do São Cristóvão Saúde Walkiria Tamelini.

De acordo com a especialista, não há causas específicas para o surgimento da doença, mas alguns fatores de risco podem acarretar seu desenvolvimento. Veja quais são eles:

  • Tabagismo (hábito de fumar cigarros ou fumo), estando associado a 50-70% dos casos; ou seja, um risco 4x maior do que na população de não fumantes;
  • Baixa ingestão de líquidos;
  • Exposição a diversos componentes químicos, como: aminas aromáticas, azo corantes, benzeno, benzidina, derivados petróleo, 2-naftalina; exposição de trabalhadores da agricultura, indústria têxtil, de produtos de borracha, plásticos e sintéticos, tinturas e corantes, couro, gráficas e outras profissões em que o indivíduo poderá ter contatos com estes materiais;
  • Situação em especial de paciente recebendo por longos períodos droga antineoplásica, em especial a Ciclofosfamida;
  • Exposição a tratamento de radioterapia em áreas com proximidade à bexiga;
  • Fatores hereditários.

Sintomas

Dentre os sintomas, o primeiro sinal de alerta mencionado por Tamelini é a presença de sangue na urina. “A hematúria pode ser microscópica (invisível ao olho) ou macroscópica, quando visível e a intensidade dependente da extensão da doença. Este seria um fator para a investigação do câncer de bexiga”, explica a oncologista.

Outros indícios podem incluir urgência miccional, aumento frequência das micções, sensação de dor ou queimação ao urinar. Além disso, “é possível o surgimento de outros sintomas, decorrentes da gravidade da doença, quando extensa ou metastática para a região pélvica, abdômen, ossos ou pulmões”, complementa.

Câncer de bexiga pode ser de 2 a 3 vezes mais comum em homens, mas também acomete mulheres
Câncer de bexiga pode ser de 2 a 3 vezes mais comum em homens, mas também acomete mulheres (Foto: Pexels/Deeana Arts)

Tratamento

A oncologista ainda explica que as opções de tratamento são classificadas em grupos de baixo risco, risco intermediário, risco alto e muito alto risco de recorrência ou progressão de doença e sempre dependem do estadiamento da neoplasia. Como procedimento, estão:

  • Terapia intravesical

Poderá ser realizada com Onco-BCG intravesical em protocolos de indução e manutenção, podendo ter duração de até 12 meses. Alguns quimioterápicos também têm indicação, como: Gencitabina, docetaxel em protocolos de tratamentos.

  • Quimioterapia sistêmica

Para os casos com metástases ósseas ou pulmonares, dentre outras. Na atualidade, existem opções de tratamentos com drogas em esquemas de quimioterapia e imunoterapia.

Prevenção

Algumas orientações podem ser destacadas como formas de controle de riscos, apesar de não serem 100% eficaz. Entre elas, adotar um estilo de vida saudável, sem vícios e ingestão de álcool ou tabaco contribui para evitar a doença.

Além de suspender o hábito de fumar, Tamelini recomenda o aumento de ingestão de líquidos durante o dia e principalmente durante estações quentes. “Apesar de não haver rastreamento para trabalhadores em áreas de exposição às substâncias de maior risco, instruímos para a observação de sinais e sintomas que poderão estar associados ao câncer de bexiga e possibilidade de diagnóstico precoce”, complementa a especialista.

Inscreva-se no 14º Seminário Internacional Pais&Filhos

O 14º Seminário Internacional Pais&Filhos – Toda família é nossa já tem data para acontecer. Depois de cinco edições online, essa volta a ser presencial no dia 17 de novembro, na Unibes Cultural, em São Paulo. Vai rolar palestras, mesa-redonda, sorteios, ativações e muito mais! Para participar, é só se inscrever aqui! Te esperamos por lá.

Inscrições abertas para 14º Seminário Internacional Pais&Filhos
Vem se inscrever! (Foto: Pais&Filhos)

Leia também

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Família

Piloto de 9 anos que morreu em São Paulo ganhou a primeira moto aos 4 anos

O empresário excluiu as fotos com Isis de seu Instagram - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Marcus Buaiz levanta suspeita de término com Isis Valverde: “Falta de interesse”

Modelo que estaria grávida de Neymar fez aparição na reta final da gravidez - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Mãe do terceiro filho de Neymar faz rara aparição na reta final da gravidez

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Lorenzo - Reprodução: Instagram

Família

Piloto de 9 anos morre após acidente no autódromo de Interlagos

Batimentos cardíacos da jovem chegava a 190 quando o pai se aproximava - (Foto: Reprodução/ Rede Globo)

Família

Batimentos cardíacos da jovem internada na UTI chegava a 190 quando o pai praticava o abuso

Isis Valverde fala sobre boatos de término com Marcus Buaiz - (Foto: Reprodução/ Instagram)

Família

Isis Valverde fala sobre boatos de término com Marcus Buaiz: “A gente está vivendo”

Gabily descartou qualquer possibilidade de affair com o jogador - (Foto: Reprodução/ Instagram)

Família

Gabily nega romance com Neymar e afirma: “Ele tem um relacionamento”