Família

Boa notícia! Remédio em fase de testes recupera pacientes contagiados com coronavírus e aumenta esperanças

Getty Images
Getty Images

Publicado em 18/04/2020, às 13h51 - Atualizado às 13h53 por Jennifer Detlinger, Editora-chefe | Filha de Lucila e Paulo


(Foto: Getty Images)

O medicamento remdesivir, usado até então contra o ebola, está entre os mais estudados para combater os sintomas causados pelo novo coronavírus, assim como a cloroquina.

Desta vez, um estudo feito pela Universidade de Chicago, divulgado pelo site médico Stat, indica que o remdesivir ajuda na recuperação de pacientes que desenvolveram a doença covid-19.

Segundo o site, o tratamento acelera a recuperação da febre e de sintomas respiratórios, o que fez com as pessoas que participaram do estudo fossem liberadas do hospital em menos de uma semana.

“A melhor notícia é que a maioria dos nossos pacientes já recebeu alta, o que é ótimo. Apenas dois pacientes morreram. A maioria dos nossos pacientes é grave e sai em seis dias, o que indica que a duração da terapia não precisa ser de dez dias. Temos muito poucos que duraram dez dias, talvez três”, disse Kathleen Mullane, especialista em doenças infecciosas da Universidade de Chicago que supervisiona os estudos de remdesivir.

(Foto: Getty Images)

No entanto, a Universidade de Chicago ressalta que as descobertas do estudo, feito com 125 pessoas, não são definitivas e não devem ser adotadas para tirar conclusões.

Uma das principais limitações do estudo é que não houve um grupo de controle — o efeito do medicamento não foi comparado com o de um segundo grupo que tomou um placebo. O medicamento também já foi usado para combater a mers, síndrome respiratória aguda grave do Oriente Médio, um vírus que é parte dos coronavírus.

Direito sobre o medicamento

Gilead Sciences, empresa de biofarmacologia baseada na Califórnia, tem direitos exclusivos sobre o medicamento remdesivir e pode reivindicar exclusividade de produção e marketing com base nas patentes que possui em mais de 70 países. Em uma carta aberta, mais de 150 organizações sociais e ativistas do mundo todo pedem, desde o fim do mês de março, que a empresa abra mão de reivindicar os direitos sobre o medicamento.

A iniciativa é da fundação Médicos Sem Fronteiras. Segundo a carta , o monopólio coloca em risco a acessibilidade ao tratamento da covid-19 para milhões de pessoas em todo o mundo.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!


Leia também

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Neymar Jr. aparece provocando Bruna Biancardi em Dia dos Namorados: "Não aceitam perder"

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Karina Bacchi devolve casa alugada em meio a mudança com o filho para fora do Brasil

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Mini Lamborghini dada por Neymar à Mavie custa 5,2 mil reais

Ana Hickmann e Edu Guedes - Reprodução: Instagram

Família

'Cinco quartos, garagem e escritório': Edu Guedes dá detalhes de mansão com Ana Hickmann

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Zilu Godoi decide mudar de nome e explica motivo

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

De A a Z: confira os nomes femininos americanos para te inspirar - Getty Images

Bebês

Nomes americanos femininos: mais de 1000 opções diferentes para você se inspirar