Especiais

Eu só quero chocolate! Você sabe a diferença entre os tipos?

Especialista explica a quantidade do doce que deve ser consumida

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

melhor tipo de chocolate

O mais indicado é o chocolate amargo, com 70% ou mais de cacau (Foto: Shutterstock)

A época mais doce do ano está chegando e muita gente já começou a comprar e comer chocolate. Mas, como você já sabe, nada em excesso faz bem e, por mais difícil que seja resistir à tentação, é preciso ficar atento à quantidade consumida e ao tipo de chocolate.

A nutricionista funcional Regina Moraes Teixeira, especialista em reeducação alimentar e nutrição gestacional, mãe de Renata e Ricardo, explica que os mais indicados são os que possuem maior teor de cacau (acima de 60%), pois eles têm uma concentração maior de flavonoides, antioxidante que protege o organismo contra o envelhecimento precoce, doenças cardiovasculares e até acidentes vasculares cerebrais.

Leia também

Anúncio

FECHAR

6 receitas para fazer com chocolate derretido

O que acontece quando a grávida como chocolate

46 presentes para a Páscoa que não são chocolate

“Não é possível generalizar uma quantidade, depende do plano alimentar de cada um, mas, a princípio, 30 gramas (cerca de 3 quadradinhos)  de chocolate 70% de cacau é o mais recomendado para adultos”, afirma. Já para crianças, o ideal é que os pais ofereçam 30 gramas de chocolate 70% no máximo duas vezes por semana, para não acostumar o paladar. Lembre-se de que nenhum tipo deste alimento é recomendado para menores de dois anos de idade.

Veja a diferença entre os tipos de chocolate:

Chocolate ao leite: Na composição, leva massa e manteiga de cacau, leite, leite em pó ou condensado e açúcar. É o mais comum, mas possui menor teor de cacau e é mais calórico do que o meio amargo e o amargo.

Chocolate branco: É o mais calórico de todos, pela alta concentração de manteiga de cacau, açúcar e gordura.

Chocolate meio amargo: Possui de 40 a 55% de cacau e pouca quantidade de manteiga de cacau e açúcar.

Chocolate amargo: É o que concentra a maior quantidade de cacau (de 60 a 85%), tem menos açúcar e gorduras. Segundo a nutricionista, ele ajuda a melhorar a corrente sanguínea e atua como antioxidantes. Ainda auxilia no sistema nervoso central e nos músculos cardíacos.

Chocolate diet: Contém massa e manteiga de cacau, leite em pó e soro do leite. Por ser diet, existe restrição de açúcar, mas isso não significa que seja mais light, pois contém acréscimo de gordura, e pode ser até mais calórico do que o ao leite.

Chocolate orgânico: O cacau e açúcar presentes neste tipo são totalmente orgânicos, ou seja, não possuem conservantes.

Alfarroba: É um ingrediente utilizado para substituir o cacau na produção de chocolate. Possui menos gordura e minerais como cálcio, potássio, fósforo e vitaminas do complexo B. Assim como o diet, pode ser consumido por diabéticos, pois não contém adição de açúcares.

Chocolate faz mal à gestante?

Receita de empada de chocolate