Especiais

Nota do bebê

O método foi desenvolvido pela anestesista Virgínia Apgar em 1952 e é utilizado pelo pediatra neonatal na sala de parto. - Shutterstock
Shutterstock

Publicado em 01/09/2014, às 11h26 - Atualizado em 01/07/2016, às 16h22 por Redação Pais&Filhos


Você já pensou quantas coisas consegue fazer em 5 minutos? Talvez ler alguns emails, dar um telefonema, ter um momento de pausa para respirar. As opções são infinitas. Para um bebê recém-nascido, os 5 primeiros minutos de vida são de extrema importância, pois é nesse período que será avaliada sua vitalidade fora do útero. Essa análise pode ser chamada de Escala de Apgar.

A cada item é dada uma nota de 0 a 2. Em seguida esses valores são somados e a nota é dada.
De acordo com a pediatra neonatologista da Unimed-BH Andréa Chaimowicz, uma nota de 7 a 10 no primeiro minuto significa que o bebê nasceu em ótimas condições. Valores mais baixos no primeiro e no quinto minuto podem representar algum tipo de dificuldade de adaptação do bebê à vida fora do útero da mãe e diferentes graus de asfixia perinatal.

De acordo com o pediatra ambulatorial de cuidados primários da Sociedade de Pediatria de São Paulo, José Gabel, uma criança com patologias cardíacas, portadora de alguma síndrome ou com histórico familiar de diabetes, pode apresentar uma nota mais baixa no teste.

Leia também

Conheça 17 dicas de cuidados com recém-nascido

Cuidado no pré-natal

Seria ótimo se todas as crianças recebessem uma nota 10 nos testes, mas não tem como prever. Andréa conta que o mais importante é prestar atenção nos cuidados do pré-natal e nos exames que o médico pede na gestação.

“Os pais não precisam ficar muito ligados nisso. De 7 a 10 são ótimas notas e é raro que um bebê alcance a nota máxima no primeiro minuto.” Gabel completa ao dizer que o índice é um indicador de vitalidade do momento e não necessariamente quer dizer que a criança vai ter alguma coisa no futuro. Mais importante do que valores, é saber que o bebê está com saúde, pois para a mãe ele será sempre nota 10.

Cor
– 0: se estiver muito pálido ou roxo
– 1: boa cor, mas mãos e pés roxos
– 2: completamente rosa

Respiração
– 0: se o bebê não chorar
– 1: choro fraco
– 2: choro forte e bom

Tônus muscular
– 0: se o bebê estiver muito molinho ou fraco
– 1: se o bebê estiver com flexões nas pernas e nos braços
– 2: se estiver se movimentando ativamente

Reflexo
– 0: ausência de respostas aos estímulos da sonda nasal
– 1:  presença de caretas
– 2: presença de espirros durante a estimulação

Frequência cardíaca
– 0: ausência de batimentos cardíacos
– 1: menos de 100 batimentos por minuto
– 2: mais de 100 batimentos por minuto


Palavras-chave

Leia também

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Família

Pai de menina de 7 anos que morreu dormindo faz desabafo: "Pedimos força"

Rodrigo Faro disse que quer ensinar humildade para as filhas - (Foto: Reprodução/ Instagram)

Família

Rodrigo Faro paga colégio com mensalidade de R$4 mil para filhas e justifica: “Ensinar humildade”

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Irmã de Neymar tatua nome das filhas do jogador com Bruna Biancardi e Amanda Kimberlly

Samsung Galaxy S24 Ultra - Divulgação

Top dos Tops

Ofertas do dia: Galaxy S24 Ultra da Samsung com descontos de até 32%

(Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Nasceram! Biah Rodrigues dá à luz os filhos gêmeos com Sorocaba

Ex-jogador do Cruzeiro, Léo e esposa Camila Campos - Reprodução: Instagram

Família

Esposa de Léo, ex-jogador do Cruzeiro, descobre câncer em estado avançado no 7º mês de gravidez

Zezé Di Camargo - Reprodução: Instagram

Família

Zezé Di Camargo fala sobre detalhes de procedimento doloroso para engravidar Graciele Lacerda

Amanda Kimberlly ficou na mesma maternidade que Bruna Biancardi - (Foto: Reprodução/ Instagram)

Família

Amanda Kimberlly mostra detalhes luxuosos do quarto que ficou na maternidade